Tamanho do texto

Estádio Moses Mabhida, em Durban, recebe atualmente poucos jogos de futebol, mas consegue fazer dinheiro com adrenalina

Estádio Moses Mabhida tem o maior balanço de corda do mundo
Divulgação
Estádio Moses Mabhida tem o maior balanço de corda do mundo

Uma das grandes preocupações dos organizadores da Copa do Mundo de 2010 na África do Sul era para que as modernas arenas construídas para os jogos não virassem "elefantes brancos", sem utilização após a disputa do Mundial. Alguns desses locais estão abandonados, mas um estádio específico ainda gera alguma renda. Curiosamente, fora do futebol.

Leia também: Chute mais longo do mundo? Bola passa cerca e vai parar em outro país

O estádio  Moses Mabhida, construído às margens do Oceano Índico, na cidade de Durban, agora é palco de adrenalina pura, já que ganhou o maior balanço de corda do mundo, segundo o Guinness Book, o Livro dos Recordes, com aproximadamente 106 metros de altura. Os saltos são feitos do teto.

Dá uma conferida nos vídeos abaixo:



Ainda em excelente estado de conservação, mas sem ser muito usado para o futebol, o local tem capacidade para 70 mil pessoas e recebeu sete jogos da Copa, incluindo o empate por 0 a 0 da seleção brasileira contra Portugal. Nesta nova "função" de esporte radical, cada pessoa paga 50 dólares para fazer o salto, algo em torno de R$ 156.

Leia também: Paulinho faz propaganda ao lado de atriz pornô e pode ser deportado da China

Jogos da Copa do Mundo

Esses foram os jogos que o estádio Moses Mabhida recebeu no Mundial:

Alemanha 4 x 0 Austrália (Primeira fase - Grupo D)
Espanha 0 x 1 Suíça (Primeira fase - Grupo H)
Holanda 1 x 0 Japão (Primeira fase - Grupo E)
Nigéria 2 x 2 Coreia do Sul (Primeira fase - Grupo B)
Portugal 0 x 0 Brasil (Primeira fase - Grupo G)
Holanda 2 x 1 Eslováquia (Quartas de final)
Alemanha 0 x 1 Espanha (Semifinal)

Homem se prepara para saltar do teto do estádio na África do Sul
Divulgação
Homem se prepara para saltar do teto do estádio na África do Sul

Leia também: Prostituição e drogas: a vida secreta de cheerleaders que escandaliza os EUA

Vale ressaltar que o estádio Moses Mabhida teve um custo de construção estimado em 450 milhões de dólares, o equivalente a pouco mais de R$ 1,4 bilhão.

    Leia tudo sobre: Futebol