Roberto Durán corrigie o posicionamento de Vitor Belfort no boxe
Reprodução
Roberto Durán corrigie o posicionamento de Vitor Belfort no boxe

Apontado como uma das lendas do boxe , o ex-campeão mundial Roberto Duran testou positivo para o novo coronavírus . O panamenho de 69 anos, que encerrou a carreira com 103 vitórias e 16 derrotas, é considerado um dos melhores pesos-leve da história.

Em sua conta no Instagram, o filho do lutador, Robin Duran, confirmou o resultado positivo e explicou a atual situação da saúde do pai. "Graças a Deus, por enquanto ele não tem sintomas além de um resfriado. Ele não está em terapia intensiva nem em um respirador, apenas sob observação. Vamos passar mais informações ao longo dos dias”, revelou.

Leia mais: Ex-poderoso da Fórmula 1 dispara: 'negros são mais racistas que brancos'

A grande preocupação da familia e dos médicos, além da idade, é que um dos pulmões do ex-lutador não funciona, devido um acidente de carro sofrido na Argentina, em 2011. A batida, inclusive, levou o lutador a se aposentar dos ringues, depois de uma carreira impressionante que durou três décadas.

Duran, que lutou profissionalmente de 1968 a 2001, conta com um status de lendário no Panamá e na América Latina. Apelidado de "Hands of Stone", seu melhor desempenho foi contra Sugar Ray Leonard , em 1980, quando se tornou campeão dos meio-médios. Um filme, intitulado com o seu apelido, foi lançado em 2016, dirigido e escrito por Jonathan Jakubowicz. A última luta de Duran foi uma derrota por pontos para Hector Camacho , em julho de 2001.

A confirmação que está com a  Covid-19 acontece em um momento em que o Panamá, sua cidade natal, estabeleceu um novo recorde para os casos diários do vírus.

    Veja Também

      Mostrar mais