Boxeadora deve estar nas Olimpíadas de Tóquio
Instagram
Boxeadora deve estar nas Olimpíadas de Tóquio

Uma história, no mínimo, inusitada terminou com final feliz para a boxeadora da equipe olímpica dos Estados Unidos, Virginia Fuchs .

Positivo para duas substâncias proibidas pela Agência Mundial Antidoping, em um teste de urina fora de competição em 13 de fevereiro, a atleta foi inocentada de acusação de doping depois que a Agência Antidpoing dos EUA determinou que substâncias proibidas em sua amostra foram transmitidas durante relação sexual com seu namorado.

Leia mais: Especialista em Formula 1 detona Michael Schumacher: 'detestável e pretensioso

 “As baixas quantidades de metabólito de letrozol e metabólitos GW1516 detectadas em sua amostra eram consistentes com recente exposição às substâncias por transmissão sexual”, disse à agência sobre a investigação.

O órgão antidopagem afirmou que o parceiro da boxeadora estava usando doses terapêuticas das duas substâncias e que Fuchs não apresentava culpa ou negligência pelo resultado adverso e, portanto, não seria banida.

 “Esta foi uma grande lição para mim e agora que acabou, estou totalmente focada em me preparar para Tóquio”, escreveu ela no Twitter , que não esteve na Olimpíada do Rio de Janeiro, em 2016.

    Leia tudo sobre: Luta

    Veja Também

      Mostrar mais