Tamanho do texto

Lutador do UFC e medalhista olímpico, Henry Cejudo está em estado de choque após presenciar incêndio nos Estados Unidos; leia mais e confira

Henry Cejudo, lutador da cidade de Los Angeles, na Califórnia (EUA)
Reprodução
Henry Cejudo, lutador da cidade de Los Angeles, na Califórnia (EUA)

Os incêndios no estado norte-americano da Califórnia afetaram mais de milhares de pessoas e deixaram 40 vítimas fatais. As queimadas após o fim do verão no local são comuns, mas neste ano, foram quase 90 mil hectares devastados e duas mil casas destruídas. Dentre os cidadãos que passaram apuros, está o lutador e medalhista olímpico Henry Cejudo .

LEIA TAMBÉM: Boxeador vence por desqualificação do adversário após nocaute ilegal; assista

De passagem pelo norte da Califórnia , mais precisamente na cidade de Santa Rosa, o lutador peso-mosca do UFC presenciou cenas de pânico. Em entrevista ao programa The MMA Hour , Cejudo relatou sua experiência de acordar no meio da madrugada sufocado pela fumaça. 

"Eu me lembro de que por volta das 23h eu estava chegando no hotel porque tinha acordar no dia seguinte às 7h. Uma meia hora depois eu comecei a ver umas luzes pelo quarto do meu hotel e aquilo parecia estranho. Eu consegui dormir e as 2h da manhã um alarme disparou no hotel. Olhei para fora da janela do meu quarto e tudo parecia normal, nada de errado. Então, pensei que talvez fosse uma falha no sistema do hotel. O alarme parou e eu voltei a dormir", contou o lutador, que está em estado de choque.

LEIA TAMBÉM: Jornalista do tempo "mais sexy do mundo" faz sua estreia como ring girl; fotos

"Quando deu 4h30 eu fui acordado literalmente pela fumaça. Dessa vez, não fui acordado pelo alarme ou por sirenes e sim porque eu não conseguia respirar. Tentei acender as luzes e não tinha eletricidade. Não estava entendendo o que estava acontecendo. Quando eu vou dormir, preciso de escuridão total, até a luz da televisão me incomoda. Então meu quarto estava assim. No momento em que abri minha janela, dava para ver metade da cidade em chamas ", completou.

De acordo com o site MMA Fighting , durante a fuga do incêndio, Cejudo chegou a queimar seus pés e ainda perdeu sua medalha de ouro conquistada nas Olimpíadas de Pequim, em 2008. O treinador Eric Albarracin, contou os apuros sofridos por seu atleta: "Ele foi o último a evacuar o hotel e acredito que a área ao redor também estava em chamas e ele teve de saltar algumas grades para sobreviver. Ele teve de deixar sua medalha de ouro olímpica e seu anel olímpico de ouro e diamante para trás no incêndio", disse.

LEIA TAMBÉM: Segurança de Neymar vai lutar no UFC Winnipeg; confira

Carreira

Aos 21 anos, Henry Cejudo foi campeão olímpico
Reprodução
Aos 21 anos, Henry Cejudo foi campeão olímpico

Filho de pais mexicanos, Henry Carlos Cejudo começou a participar de campeonatos de wrestling ainda no colegial. No ano de 2007, foi campeão panamericano no Rio de Janeiro e um ano depois, foi o medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008. Aos 21 anos de idade, tornou-se o mais novo lutador norte-americano a conquistar o feito. Não tendo se classificado para os Jogos de 2012, se aposentou do esporte e migrou para o MMA.

Em julho de 2014, o atleta da Califórnia assinou contrato com o UFC, sendo o terceiro wrestler olímpico da história da entidade. Foram ao todo, sete lutas realizadas e apenas duas derrotas. Seu próximo confronto acontece em 2 de dezembro, em Detroit, e vai enfrentar Sergio Pettis.

    Leia tudo sobre: luta