Tamanho do texto

"Esse é o preço que se paga por ser um lutador. Mas tive muitas lutas sujas e fui castigado por caras que estavam trapaceando ", disse o neozelandês

É sabido que muitos atletas que praticam boxe ou MMA podem ter problemas a longo prazo, como aconteceu com a lenda Muhammad Ali, que no fim de sua vida sofria com a doença de Parkinson por conta das muitas pancadas na cabeça. Nesta semana, Mark Hunt, famoso lutador do UFC , foi outro lutador que revelou que seu corpo já apresenta problemas causados pelos golpes dos adversários.

Leia também: Saiba tudo sobre luta no iG Esporte

Em entrevista ao site MMA Fighting , Mark Hunt , neozelandês de 43 anos, grande crítico ao uso de esteróides no esporte, falou que sua memória já tem demonstrado falhas, além disso, ele tem gaguejado vez ou outra. Ele criticou ainda o jogo sujo dos seus adversários.

Mark Hunt revelou que sobre com perda de memória por conta das lutas
Josh Hedges/UFC
Mark Hunt revelou que sobre com perda de memória por conta das lutas

“Luto desde criança. Costumava fazer 300 dólares por semana para colocar alguma comida na mesa, mas consegui me tornar um dos atletas mais bem pagos do mundo. Provavelmente, vou morrer lutando, mas tudo bem. Só espero que isso aconteça em uma luta limpa. Meu corpo está f***, mas minha mente ainda está firme", afirmou.

Leia também: Lutador agride árbitro que demora para interromper luta; assista o vídeo

"Ainda tenho meus sentidos e sei o que é certo ou errado. Mas já não durmo bem e podem até me ouvir gaguejar. Minha memória já não está boa, já que esqueço o que fiz ontem, mas lembro das m*** de anos atrás. Esse é o preço que se paga por ser um lutador. Mas tive muitas lutas sujas e fui castigado por caras que estavam trapaceando e isso não está certo”, acrescentou.

O neozelandês já lutou pelo cinturão do peso-pesado do UFC uma vez na carreira, mas não conseguiu vencer. Hoje, na quinta colocação do ranking da categoria, ele cita o brasileiro Pezão como uma mancha em sua carreira.

Leia também: Concurso "Musa do MMA" atrai beldades de todas as partes do Brasil; veja fotos

“Cheguei ao topo com muito sangue e suor. Ouço todo mundo dizendo que minha primeira luta contra o Pezão foi uma das melhores de todos os tempos, mas não pra mim. Está manchada. Ele arruinou tudo. Se tiram o "suco" dele, não sobra nada. Tanto que, na primeira luta, quase nos matamos e, na segunda, quando estava limpo, ele não passou do primeiro round”, completou.

Carreira

Mark Hunt está no MMA desde 2004, quando começou sua carreira no Pride. Seis anos depois, estreou no UFC, mas com derrota para Sean McCorkle. Ele já enfrentou quatro brasileiros e perdeu duas vezes, uma luta empatou e outra ele ganhou, contra Antônio Pezão. Seu cartel é de 13 vitórias, 11 derrotas, um empate e uma luta sem resultado.

    Leia tudo sobre: luta
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.