Tamanho do texto

Jonathan Koppenhaver, chamado de "War Machine", foi julgado por 34 denúncias, com violência doméstica e cárcere privado

Jonathan Koppenhaver, conhecido como "War Machine", é um ex-lutador de MMA que passou por organizações famosas como o UFC e também o Bellator. Sua última luta foi em 2013, mas ele segue até hoje nas manchetes dos jornais, mas não por vencer seus adversários, mas por ter cometido diversos crimes.

Leia também: Saiba tudo sobre Luta no iG Esporte

War Machine foi declarado culpado por 29 acusações na corte do distrito de Clark County, em Las Vegas, por um júri popular formado por seis mulheres e seis homens, que em mais de 11 horas, por dois dias consecutivos, o julgaram a respeito das 34 denúncias que recaiam sobre ele, em sua maioria, após deixar o mundo da luta .

Jonathan Koppenhaver durante luta do Bellator
Reprodução
Jonathan Koppenhaver durante luta do Bellator

Dentre as acusações, estão a de violência doméstica e cárcere privado contra sua ex-namorada, Christy Mack e um homem chamado Corey Thomas. Em agosto de 2014, Jonathan agrediu os dois. Thomas sofreu diversas lesões, como pulmão perfurado e muitos ossos quebrados.

Leia também: Vídeos de sexo e fotos íntimas vazam e lutadora pode ser expulsa do WWE

A ex-namorada comemorou o resultado apresentado pelo júri na última segunda-feira, apesar de tê-lo absolvido de outras três acusações e de não ter sido unânime na acusação de tentativa de homicídio.

Jonathan Koppenhaver em seu primeiro julgamento
Reprodução
Jonathan Koppenhaver em seu primeiro julgamento

"Hoje foi uma grande vitória minha e de todas as vítimas de violência doméstica. Por favor, continuem denunciando e fiquem firme!", publicou Christy Mack, que hoje é ativista na luta das mulheres contra a violência doméstica em seu Twitter. "Obrigado a todos pelo apoio ao longos dos anos, por favor, continuem a apoiar outros casos semelhantes e acreditem nisso", continuou.

Leia também: Prestes a ser pai, Charles do Bronx revela foco total para luta no UFC 210

A condenação oficial de Koppenhaver sairá no dia 5 de junho e ele pode pegar até mesmo prisão perpétua, sem direito a recurso.

Carreira

War Machine iniciou sua carreira no MMA em fevereiro de 2004 e fez sua última luta em outubro de 2013. Em quase 10 anos de carreira ele tem um cartel com 14 vitórias e cinco derrotas. Lutou apenas duas vezes no UFC, entre 2007 e 2008 e três no Bellator.

    Leia tudo sobre: Luta