Lucas Paquetá marcou o primeiro gol do Brasil diante da Coreia do Sul
Pedro Martins / MoWA Press
Lucas Paquetá marcou o primeiro gol do Brasil diante da Coreia do Sul

A seleção brasileira findou um incômodo jejum de cinco jogos consecutivos sem vitória e, na manhã desta terça-feira, derrotou a Coreia da Sul por 3 a 0, em amistoso realizado na cidade de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

Leia também: Tite nega desespero por bons resultados e abafa polêmica com Rivaldo

Foi o primeiro triunfo do Brasil depois do título da Copa América, conquistado no mês de julho. Desde então eram três empates (Colômbia, Senegal e Nigéria) e duas derrotas (Peru e Argentina).

O bom resultado alivia a pressão sobre o técnico Tite, bastante contestado nos últimos meses.

Além disso, a seleção quebrou um tabu que já durava pouco mais de cinco anos. Após 72 jogos, o time nacional voltou a marcar um gol de falta - o último tento de bola parada havia sido em setembro de 2014, anotado por Neymar na vitória por 1 a 0 sobre os colombianos, em jogo amistoso.

Na partida realizada diante dos sul-coreanos no Estádio Mohammed Bin Zayed, Lucas Paquetá abriu o placar, de cabeça. Depois, Philippe Coutinho ampliou batendo falta. Na etapa final, o lateral Danilo fechou a conta.

Leia também: Ultrapassado? Para craque Neto, Vanderlei Luxemburgo é melhor que Tite

A seleção brasileira entra em campo novamente apenas em março de 2020, nos dia 26 e 31. Ainda sem adversários ou locais definidos, os duelos já serão válidos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022.

INÍCIO MORNO E GOL DA REDENÇÃO

Philippe Coutinho em ação pelo Brasil contra a Coreia do Sul
Pedro Martins / MoWA Press
Philippe Coutinho em ação pelo Brasil contra a Coreia do Sul

Os primeiros minutos de jogo começaram sem sustos e com muito toque de bola na defesa e meio-campo. Bastante criticado na última partida contra a Argentina, Lucas Paquetá foi o autor do primeiro gol da seleção brasileira. Aos nove minutos, Renan Lodi levou na linha de fundo e cruzou na cabeça do meio-campista do Milan, que colocou no fundo das redes, abrindo o placar.

CRAQUE DA COREIA, SON ASSUSTA ALISSON

Depois do gol de Paquetá, a Coreia do Sul foi para cima do Brasil e teve duas boas chances de gol. Aos 14', o atacante do Tottenham, Son Heung-Min recebeu na entrada da área e chutou forte, obrigando Alisson a fazer ótima defesa. Seis minutos depois, Son levou perigo novamente. O atacante coreano aproveitou um rebote de falta e bateu rasteiro no canto, mas a bola passou rente à trave.

FIM DO JEJUM COM GOL DE COUTINHO

Enfim, acabou o jejum dos gols de falta na Seleção. Aos 35 minutos da etapa inicial, Coutinho cobrou uma falta com perfeição no ângulo, fazendo o segundo do Brasil e encerrando um jejum que se arrastava desde setembro de 2014, quando Neymar marcou contra a Colômbia. No entanto, o meia quase marcou um gol contra ainda no primeiro tempo. Coutinho foi afastar uma bola na área brasileira e acertou a trave antes de tocar para escanteio.

GOLAÇO DE DANILO COM NOVO PASSE DE LODI

A etapa final estava pouco movimentada, até que Danilo marcou o terceiro gol da Seleção Brasileira. Aos 15 minutos, Renan Lodi fez outra boa jogada e cruzou rasteiro nos pés do lateral-direito, que arrematou para o gol. O arqueiro da Coreia ainda resvalou na bola, mas não conseguiu impedir o terceiro do Brasil. Aos 22', Richarlison quase marcou o quarto, mas a finalização saiu por cima do gol. As duas equipes ainda tiveram chances no decorrer da etapa final, mas o placar se manteve em 3 a 0.

Eder Militão foi titular da seleção brasileira contra a Coreia do Sul
Pedro Martins / MoWA Press
Eder Militão foi titular da seleção brasileira contra a Coreia do Sul

FICHA TÉCNICA
BRASIL 3 X 0 COREIA DO SUL

Estádio : Estádio Mohammed Bin Zayed, Abu Dhabi (EAU)
Data/hora : 19/11/2019 - 10h30 (de Brasília)
Árbitro : Ammar Al Junaibi (EAU) 
Cartões amarelos : Hwang-Hee Chan
Cartão vermelho : -

GOLS : Lucas Paquetá (9'/1T), Philippe Coutinho (36'/1T) e Danilo (15'/2T)

BRASIL : Alisson; Danilo, Marquinhos, Eder Militão, Renan Lodi (Emerson); Fabinho, Arthur (Douglas Luiz), Lucas Paquetá (Roberto Firmino) e Philippe Coutinho; Gabriel Jesus (Rodrygo) e Richarlison. Técnico: Tite.

COREIA DO SUL : Jo Hyeon-Woo; Kim Moon-Hwan, Kim Min-Jae, Kim Young-Gwon e Kim Jin-Su; Jung Woo-Young, Ju Se-Jong, Lee Jae-Sung (Kwang-Chang Hoon); Hwang Hee-Chan (Na Sang-Ho), Son Heung-Min e Hwang Ui-Jo. Técnico: Paulo Bento

    Veja Também

      Mostrar mais