Tamanho do texto

Seleção brasileira não marcava um gol de falta há mais de cinco anos, desde 2014, mas superou essa marca no triunfo diante da Coreia do Sul

Lucas Paquetá marcou o primeiro gol do Brasil diante da Coreia do Sul arrow-options
Pedro Martins / MoWA Press
Lucas Paquetá marcou o primeiro gol do Brasil diante da Coreia do Sul

A seleção brasileira findou um incômodo jejum de cinco jogos consecutivos sem vitória e, na manhã desta terça-feira, derrotou a Coreia da Sul por 3 a 0, em amistoso realizado na cidade de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

Leia também: Tite nega desespero por bons resultados e abafa polêmica com Rivaldo

Foi o primeiro triunfo do Brasil depois do título da Copa América, conquistado no mês de julho. Desde então eram três empates (Colômbia, Senegal e Nigéria) e duas derrotas (Peru e Argentina).

O bom resultado alivia a pressão sobre o técnico Tite, bastante contestado nos últimos meses.

Além disso, a seleção quebrou um tabu que já durava pouco mais de cinco anos. Após 72 jogos, o time nacional voltou a marcar um gol de falta - o último tento de bola parada havia sido em setembro de 2014, anotado por Neymar na vitória por 1 a 0 sobre os colombianos, em jogo amistoso.

Na partida realizada diante dos sul-coreanos no Estádio Mohammed Bin Zayed, Lucas Paquetá abriu o placar, de cabeça. Depois, Philippe Coutinho ampliou batendo falta. Na etapa final, o lateral Danilo fechou a conta.

Leia também: Ultrapassado? Para craque Neto, Vanderlei Luxemburgo é melhor que Tite

A seleção brasileira entra em campo novamente apenas em março de 2020, nos dia 26 e 31. Ainda sem adversários ou locais definidos, os duelos já serão válidos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022.

INÍCIO MORNO E GOL DA REDENÇÃO

Philippe Coutinho em ação pelo Brasil contra a Coreia do Sul arrow-options
Pedro Martins / MoWA Press
Philippe Coutinho em ação pelo Brasil contra a Coreia do Sul

Os primeiros minutos de jogo começaram sem sustos e com muito toque de bola na defesa e meio-campo. Bastante criticado na última partida contra a Argentina, Lucas Paquetá foi o autor do primeiro gol da seleção brasileira. Aos nove minutos, Renan Lodi levou na linha de fundo e cruzou na cabeça do meio-campista do Milan, que colocou no fundo das redes, abrindo o placar.

CRAQUE DA COREIA, SON ASSUSTA ALISSON

Depois do gol de Paquetá, a Coreia do Sul foi para cima do Brasil e teve duas boas chances de gol. Aos 14', o atacante do Tottenham, Son Heung-Min recebeu na entrada da área e chutou forte, obrigando Alisson a fazer ótima defesa. Seis minutos depois, Son levou perigo novamente. O atacante coreano aproveitou um rebote de falta e bateu rasteiro no canto, mas a bola passou rente à trave.

FIM DO JEJUM COM GOL DE COUTINHO

Enfim, acabou o jejum dos gols de falta na Seleção. Aos 35 minutos da etapa inicial, Coutinho cobrou uma falta com perfeição no ângulo, fazendo o segundo do Brasil e encerrando um jejum que se arrastava desde setembro de 2014, quando Neymar marcou contra a Colômbia. No entanto, o meia quase marcou um gol contra ainda no primeiro tempo. Coutinho foi afastar uma bola na área brasileira e acertou a trave antes de tocar para escanteio.

GOLAÇO DE DANILO COM NOVO PASSE DE LODI

A etapa final estava pouco movimentada, até que Danilo marcou o terceiro gol da Seleção Brasileira. Aos 15 minutos, Renan Lodi fez outra boa jogada e cruzou rasteiro nos pés do lateral-direito, que arrematou para o gol. O arqueiro da Coreia ainda resvalou na bola, mas não conseguiu impedir o terceiro do Brasil. Aos 22', Richarlison quase marcou o quarto, mas a finalização saiu por cima do gol. As duas equipes ainda tiveram chances no decorrer da etapa final, mas o placar se manteve em 3 a 0.

Eder Militão foi titular da seleção brasileira contra a Coreia do Sul arrow-options
Pedro Martins / MoWA Press
Eder Militão foi titular da seleção brasileira contra a Coreia do Sul

FICHA TÉCNICA
BRASIL 3 X 0 COREIA DO SUL

Estádio : Estádio Mohammed Bin Zayed, Abu Dhabi (EAU)
Data/hora : 19/11/2019 - 10h30 (de Brasília)
Árbitro : Ammar Al Junaibi (EAU) 
Cartões amarelos : Hwang-Hee Chan
Cartão vermelho : -

GOLS : Lucas Paquetá (9'/1T), Philippe Coutinho (36'/1T) e Danilo (15'/2T)

BRASIL : Alisson; Danilo, Marquinhos, Eder Militão, Renan Lodi (Emerson); Fabinho, Arthur (Douglas Luiz), Lucas Paquetá (Roberto Firmino) e Philippe Coutinho; Gabriel Jesus (Rodrygo) e Richarlison. Técnico: Tite.

COREIA DO SUL : Jo Hyeon-Woo; Kim Moon-Hwan, Kim Min-Jae, Kim Young-Gwon e Kim Jin-Su; Jung Woo-Young, Ju Se-Jong, Lee Jae-Sung (Kwang-Chang Hoon); Hwang Hee-Chan (Na Sang-Ho), Son Heung-Min e Hwang Ui-Jo. Técnico: Paulo Bento