Tamanho do texto

O atacante do Paris Saint-Germain terá mais tempo para se recuperar da fratura que sofreu no quinto metatarso no início de 2019

Tite dá palestra
Reprodução / CBF
Tite durante evento da CBF

A volta de Neymar aos gramados depois de mais um período longo de afastamento por lesão trouxe uma mistura de conforte e esperança ao técnico Tite, que comanda a seleção brasileira.

Ao ver o camisa 10 em campo pelo Paris Saint-Germain neste domingo, diante do Monaco, a projeção de Tite é que a preparação para a Copa América em relação a Neymar seja mais simples do que foi o período pré-Copa do Mundo, ano passado. Com isso, o craque terá mais tempo para voltar ao auge da forma.

"Ele já voltou ontem. Vamos torcer pela evolução dele. É um processo de evolução normal. Eu comparo com o jogo contra a Croácia (amistoso antes da Copa-2018). A diferença agora é que há um tempo maior. Consequentemente, há um tempo de recuperação melhor para estar em um nível técnico melhor também", disse o técnico da seleção brasileira nesta segunda-feira (22), depois de dar uma palestra na CBF.

Leia também: Pai de Neymar se reúne com Bolsonaro e Paulo Guedes para tratar imbróglio

Neymar sofreu fratura no quinto metatarso em janeiro deste ano e completou o período de aproximadamente três meses fora de atividade. Com a recuperação, ele estará na lista para a Copa América, que será anunciada em 17 de maio.

A seleção inicia a preparação na Granja Comary no dia 22. Antes da estreia, o Brasil fará dois amistosos, ainda não confirmados pela CBF . Mas já se sabe que serão no Rio, contra o Qatar, e em Porto Alegre, adversário ainda em segredo.

"Não vou falar, senão vou pisar na bola", esquivou-se Tite .

    Leia tudo sobre: Futebol