Tamanho do texto

Seleção brasileira faz seu último jogo oficial nas Eliminatórias na semana que vem e depois, até a Copa do Mundo, serão apenas partidas amistosas

Tite vai ter muito trabalho pra montar o grupo da Copa do Mundo
VANDERLEI ALMEIDA
Tite vai ter muito trabalho pra montar o grupo da Copa do Mundo

Já classificada para Copa do Mundo de 2018, a seleção brasileira fecha sua participação nas Eliminatórias na terça-feira da semana que vem, diante do Chile, em duelo que será disputado no Allianz Parque, em São Paulo. E o técnico Tite já começou a esboçar a relação de convocados da equipe para o Mundial da Rússia.

Leia também: Brasil pressiona, mas para no goleiro e fica no empate sem gols com a Bolívia

Segundo o técnico Tite , cerca de 50 de jogadores estão no páreo por 23 vagas em sua lista final. "Ainda faltam oito meses, e temos atletas de alto nível. Estamos monitorando em torno de 50 nomes", avaliou o comandante, que já definiu uma base para o seu elenco ao longo da sua caminhada à frente da equipe.

Leia também: Pior time do mundo? Íbis vence, lidera e alcança maior série invicta da história

Para a partida contra os chilenos, que ainda tentam garantir um lugar na Copa do Mundo , o técnico deverá fazer algumas observações, como a entrada do goleiro Ederson, do Manchester City, na vaga do titular Alisson.

"Não existe teste na seleção brasileira. São oportunidades. Já tinha adiantado que colocaria o Ederson no próximo jogo porque seria desumano utilizá-lo na altitude, onde a possibilidade de erro é muito grande", comentou o técnico, citando o empate por 0 a 0 com a Bolívia, em La Paz.

Próximos duelos

Após enfrentar o Chile, o Brasil terá amistosos contra o Japão, em 10 de novembro, na França, e a Inglaterra, no dia 14 do mesmo mês, na cidade de Londres. Já em 2018, ano da Copa, haverão testes contra a anfitriã Rússia, em 22 de março, em Moscou, e a Alemanha , no dia 27 do mesmo mês, em Berlim.

Leia também: Jornal inclui três brasileiros em lista dos melhores jogadores sub-17 do mundo

"Cada convocação e cada treino são situações ímpares para mim. Não tenho muito tempo de seleção e não conheço tanto os atletas. Passamos muito pouco tempo reunidos. Quando voltamos a estar juntos, queremos fazer tudo de uma vez porque o trabalho é importante, a busca pela sintonia fina”, comentou Tite, ressaltando que não fará mudanças significativas em sua equipe. "Queremos manter a estrutura", finalizou.

Clique e baixe o 365Scores para ter resultados, dados, notícias, tempo real, vídeos e muito mais


    Leia tudo sobre: Futebol