Tamanho do texto

Jogando em Barranquilla, palco da estreia na temporada passada, Verdão faz 2 a 0 no Junior e garante os três primeiro pontos na fase de grupo do torneio

Scarpa abriu o placar do duelo desta quarta, que terminou com vitória do Palmeiras por 2 a 0
Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação
Scarpa abriu o placar do duelo desta quarta, que terminou com vitória do Palmeiras por 2 a 0

Foi praticamente uma reedição da primeira rodada da fase de grupos da  Copa Libertadores de 2018. Jogando em Barranquila, o Palmeiras só não repetiu o placar do último encontro com o Junior em terras colombianas: 2 a 0 nesta quarta-feira, gols de Gustavo Scarpa e Marcos Rocha, contra os 3 a 0 daquela ocasião.

Mesmo fora de casa, o Palmeiras não passou muito sustos, abriu o placar logo no início do primeiro tempo e comandou a partida à sua maneira. No segundo tempo, a expulsão do atacante Téo Gutiérrez facilitou ainda mais as coisas para o alviverde, que aumentou com Marcos Rocha no final da segunda etapa, sacramentando o placar e garantindo os três pontos.

Leia também: Palmeiras usará camisa azul na Libertadores em homenagem ao título de 1999

Com a vitória, o Verdão assume a liderança isolada do grupo com três pontos, enquanto o Junior é o último com zero. Entre eles, aparecem Melgar e San Lorenzo, que ficaram no empate por 1 a 1 e somam apenas um ponto.

Na segunda rodada, que acontece já no meio da próxima semana, o Palmeiras recebe o Melgar no Allianz Parque no dia 12, enquanto o Junior visita o San Lorenzo no Nuevo Gasómetro no dia 13.

O jogo

Iniciando a caminhada na Copa Libertadores, o técnico Luiz Felipe Scolari apostou em um esquema com Gustavo Scarpa, Ricardo Goulart, Dudu e Borja no setor ofensivo. A aposta se pagou logo no início da partida: aos 11 minutos, Scarpa recebeu bom passe de Dudu dentro de área e balançou a rede de Viera. 1 a 0 Verdão.

Porém, o gol parece ter feito mal para o alviverde. Com a vantagem no placar, a equipe abdicou do jogo e começou a dar campo para o Junior, que chegou a ter maior posse de bola durante a primeira etapa e conseguiu criar algumas oportunidades. Em uma delas, Weverton fez bela defesa em cobrança de falta do goleiro Viera.

Leia também: Com números de 2018, Palmeiras registra a maior arrecadação de sua história

O início do segundo tempo não trouxe grandes mudanças para a partida. A vantagem fazia com que o Palmeiras apostasse nos contra-ataque e convidasse o rival a tentar algumas estocadas. Entretanto, a pouca objetividade do time de Barranquilla impediu o jogo de ter maiores emoções.

Emoção esta que veio, sim, aos 30 minutos, quando Téo Gutiérrez recebeu o segundo cartão amarelo por falta boba em Bruno Henrique e deixou o Junior com dez. A partir daí, o Palmeiras voltou a tomar gosto pelo jogo e criou algumas boas chances para aumentar o placar.

No fim, aos 46 minutos, o gol saiu. Após rápido contra-ataque, Borja puxou a marcação de dois adversários e só rolou para o lateral Marcos Rocha, que invadiu a área e tocou na saída de Viera. 2 a 0 Palmeiras e três pontos garantidos.

    Leia tudo sobre: Futebol