Shakira
Instagram
Shakira

Shakira não vive os seus melhores dias. Enquanto inicia oficialmente as disputas em relação ao ex-marido Piqué , após o casal anunciar a separação, a cantora colombiana também terá que se explicar à Justiça por uma suposta fraude fiscal de R$ 90 milhões.

Isso porque, Shakira rejeitou o acordo oferecido pelo Ministério Público na Espanha para evitar ser julgada por quatro crimes contra a Fazenda Pública e decidiu ir a julgamento, uma vez que confia "plenamente" em sua inocência.

Conforme anunciado nesta quarta-feira pela agência de comunicação da artista, sua equipe jurídica conversou com o Ministério Público de Barcelona para chegar a um acordo que reduzisse a pena, mas decidiu rejeitar a última oferta.

Em comunicado, Shakira garante que optou por "deixar a questão nas mãos da lei. "Shakira e sua equipe, plenamente convencidas de sua inocência, e sabendo que a Agência gasta milhões com esse tipo de perseguição e perde um em cada dois processos com seus contribuintes, decidem deixar o assunto nas mãos da lei, com a paz de mente e a confiança de que a justiça irá provar que ele está certo", apontou.

Apesar de acusação e defesa não terem chegado a um acordo, Shakira ainda pode concordar com o Ministério Público até o dia do julgamento. Porém, a sua vontade é continuar no processo penal.

Para a cantora, este caso “constitui uma total afronta” aos seus direitos, uma vez que demonstrou sempre “uma conduta impecável, como pessoa e contribuinte, e plena disponibilidade para resolver qualquer divergência desde o início, mesmo antes do processo penal”.

Em nota, Shakira ainda lamentou que "nunca" em nenhum outro país tenha se deparado com uma "perseguição tão irracional e feroz", "nem um uso tão óbvio da mídia e pressão de reputação como mecanismo de cobrança".

Vale lembrar que, mesmo discordando da suposta fraude fiscal, a artista devolveu 17,2 milhões de euros (R$ 90 milhões) ao Tesouro espanhol, o que não a impede de ir a julgamento. 

Enquanto isso, Shakira segue o processo de separação de Piqué. Os dois se casaram em 2011, mas se conheceram um ano antes, em 2010, quando ele participou da gravação do clipe de "Waka Waka (This Time For Africa)", uma das músicas oficiais da Copa daquele ano, realizada na África do Sul. Eles são pais de dois meninos, Milan e Sasha.

A separação foi anunciada em junho, por meio de uma nota oficial. “Com muito pesar nós confirmamos que estamos nos separando. Pelo bem-estar dos nossos filhos, que são nossa maior prioridade, pedimos que vocês respeitem nossa privacidade. Obrigada pela compreensão”, apontou o comunicado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários