Kheira Hamraoui foi agredida e precisou ficar afastada do PSG
Reprodução/Instagram
Kheira Hamraoui foi agredida e precisou ficar afastada do PSG

O PSG contou com o retorno da meio-campista  Kheira Hamraoui (veja fotos na galeria abaixo) neste final de semana. No entanto, as polêmicas ainda cercam a jogadora francesa, que precisou ficar afastada por mais de dois meses após o ataque brutal que sofreu de dois homens encapuzados.


O 'caso Hamraoui' ainda está em aberto e o ex-jogador Eric Abidal  segue sob investigação após ser apontado como um dos mandantes da agressão à jogadora do time parisiense.

A ex-esposa do ídolo do Barcelona, Hayet Abidal,  que se divorciou do jogador após descobrir que foi traída pelo marido com Hamraoui, quis dar sua opinião sobre o retorno da atleta aos gramados, no entanto, foi interpretada como ironia.

Nas redes sociais, Hayet escreveu: “Bom jogo no domingo, quero que você seja titular na vida e em campo!”. A mensagem foi apontada pelos internautas como uma chacota, ironizando o retorno da jogadora que teve um caso com seu ex-marido.

Leia Também

O caso

No dia 4 de novembro, Hamraoui voltava de um jantar em organizado pelo PSG acompanhada da sua parceira de time Aminata Diallo e foi vítima de um ataque de dois indivíduos encapuzados, que lhe agrediram com barras de ferro.

A polícia deteve Diallo alguns dias depois, que passou 36 horas sendo interrogada por investigadores antes de ser liberada por falta de provas.

De acordo com o relato de uma fonte próxima ao caso ao jornal 'As', da Espanha, Hamraoui disse aos investigadores que seu chip de celular estava "no nome de seu ex" e eles estabeleceram que o proprietário era Abidal. Foi levantada uma hipótese de uma vingança amorosa por parte do ex-Barça, que não teria aprovado à maneira como a relação terminou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários