Messi e Trauco conversaram após o apito final entre Argentina x Peru
Reprodução/Olé
Messi e Trauco conversaram após o apito final entre Argentina x Peru

Após a vitória da Argentina sobre o Peru por 1 a 0, na quinta-feira (14), nas Eliminatórias,  houve um jogador que ficou com a camisa de Lionel Messi e, apesar do resultado negativo, o deixou muito feliz com a atitude.

Se trata de Miguel Trauco, lateral esquerdo do Saint Etienne, da França, que também passou pelo Flamengo entre 2017 e 2019. Segundo o peruano, o presente especial ficará guardado pelo resto de sua vida.

"Ficar com a camisa do Leo é um máximo. Estou descontente com o resultado, mas feliz pelo presente. Messi é o melhor do mundo e é um orgulho ter a sua camisola", contou Trauco (veja na galeria abaixo fotos), em entrevista ao jornal argentino ‘Olé’.


O craque argentino já está habituado a que, no final dos jogos, sejam muitos os adversários que lhe pedem a camisa. Trauco foi questionado sobre se houve alguma discussão com o seu companheiro Alexander Callens, que também queria a vestimenta de Messi.

"Não. Eu pedi durante o jogo. Perguntei-lhe se alguém lhe tinha pedido a camisa, disse-me que não e pedi que a guardasse", recordou.

Leia Também

O ex-jogador do Flamengo, porém, confessou que esta não é a primeira vez que conseguiu a camisa de um craque.

"Tenho um monte delas. A de Neymar no PSG, Paquetá, a do Cuéllar. Graças a Deus dividi o vestiário com grandes jogadores. Agora tenho que dividir o torneio com Messi e Neymar na França.”


Depois de mais uma ‘peça rara’ para a coleção, Trauco admitiu que já tem planos para a nova aquisição.

"Vou mandar emoldurá-la, como uma peça de decoração em casa. Ao lado da camisa do Paquetá e do Neymar, junto às melhores" e acrescentou que nunca a venderia: "Nem louco. Vou guardá-la para mim, não necessito de dinheiro".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários