Cristian Romero e Giovani Lo Celso
Reprodução/Instagram
Cristian Romero e Giovani Lo Celso


Grande polêmica do fim de semana no futebol mundial , o duelo entre Brasil e Argentina, que foi suspenso pelas Eliminatórias Sul-Americanas, segue rendendo. E, de acordo com a imprensa britânica, os atletas do Tottenham que viajaram à América do Sul para a Data-Fifa não tinham a liberação dos Spurs.


Você viu?



Segundo informações do jornal "Telegraph", o clube de Londres não autorizou que seus jogadores fossem convocados com base na proibição da Premier League. Como os dez países sul-americanos da Conmebol estão na chamada "lista vermelha" do Reino Unido, os atletas teriam de cumprir quarentena no retorno, fazendo, assim, com que fossem desfalques.

(Confira abaixo a galeria de fotos do último encontro entre Brasil e Argentina, na final da Copa América)




O portal afirma que o zagueiro Cristian Romero e o meio-campista Giovani Lo Celso, ambos da Argentina, descumpriram as ordens e viajaram por conta própria. Além dos argentinos, o defensor Davinson Sánchez, da Colômbia, também seguiu o mesmo caminho. Ele jogou das partidas de sua seleção.

Ainda segundo a publicação do "Telegraph", o Tottenham deverá multar os três atletas que viajaram para a América do Sul e eles podem ser desfalque nos próximos três jogos dos Spurs: Crystal Palace (dia 11) e Chelsea (19), ambos pelo Campeonato Inglês, e Rennes (16), pela Conference League.

DUPLA DO ASTON VILLA FOI LIBERADA
Além Romero e Lo Celso, outros dois argentinos estavam no Brasil de maneira irregular:  o goleiro Emiliano "Dibu" Martínez e o meia-atacante Emiliano Buendía, ambos do Aston Villa. A situação dos atletas do clube de Birmingham, no entanto, é diferente.

Apesar da proibição da Premier League, os jogadores foram liberados pela equipe, desde que entrassem em campo somente nos dois primeiros jogos da Data-Fifa, retornando nesta segunda-feira ao Reino Unido. Desta forma, eles jogariam por suas seleções e voltariam mais cedo para cumprir quarentena.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários