Últimos dias não foram fáceis para um jogador do Everton
Instagram
Últimos dias não foram fáceis para um jogador do Everton

Os jogadores do Everton, da Inglaterra, querem que seu colega de time, que foi preso sob suspeita de crimes sexuais contra crianças, seja identificado e divulgado na mídia. Segundo o jornal inglês 'The Sun', os atletas querem que o jogador seja nomeado, para que isso acabe com um jogo de adivinhação sobre a identidade, que ainda não foi revelada por motivos legais.

Segundo relatos de fontes ao jornal, os jogadores da equipe inglesa estão muito agitados, e não querem ter seus nomes envolvidos à polêmica. Nos últimos dias, os atletas têm sido contatados dia e noite por outros jogadores que estão em busca de detalhes.

(Veja na galeria abaixo fotos da equipe inglesa)


A investigação está sendo feita por oficiais especializados, que receberam várias denúncias. O principal suspeito, de acordo com fontes ouvidas pelo "Mirror", está com 31 anos, atua pelo Everton e joga regularmente por sua seleção. Uma busca foi feita na casa do jogador e vários objetos foram apreendidos. Após ser preso, o esportista pagou fiança e foi solto pela polícia. Ele nega as acusações.

De acordo com imprensa a britânica, a mulher do atleta teria abandonado o apartamento de luxo poucos dias antes da prisão e se dirigido para a casa dos pais dela. As notícias informam, também, que o profissional, que foi suspenso pelo clube, estaria com seus pais e irmã em uma espécie de "casa segura".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários