Jogador nigeriano é sentenciado à morte
Reprodução
Jogador nigeriano é sentenciado à morte

Nascido na Nigéria, o jogador de futebol, Theophilus Ugwu, de 23 anos, foi condenado à morte, na última terça. Ele foi sentenciado pelo crime de contrabandear quase seis quilos de metanfetamina da Camboja para o Vietnã.


O atleta foi encontrado pela polícia no dia 8 de março de 2020. Ele estava com 12 saquinhos de metanfetamina, somando 5,92 quilos. O nigeriano declarou ter chegado em Camboja, vindo da Nigéria, em fevereiro, como jogador de futebol.

No mês seguinte, Ugwy disse ter recebido uma promessa de outro africano que ele teria uma vaga em um clube cambojano. Ele teria sido contratado entregar uma sacola da cidade de Phnom Penh para Ho Chi Minh. O jogador topou fazer o trajeto a partir de um pagamento de 1 mil dólares e foi pego pela polícia no percurso.

Acusado de "tráfico ilegal de substâncias entorpecentes", o nigeriano declarou não saber que havia drogas na encomenda. No Vietnã, a produção ou venda de 100 gramas de heroína ou 300 gramas de qualquer outra substância ilegal pode ser punível com morte.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários