Jens Lehmann foi demitido da direção do Hertha Berlin depois que uma mensagem racista no WhatsApp
Reprodução/Instagram
Jens Lehmann foi demitido da direção do Hertha Berlin depois que uma mensagem racista no WhatsApp

O ex-goleiro do Arsenal e da Alemanha, Jens Lehmann, foi demitido de seu cargo no conselho do Hertha Berlin depois de enviar uma mensagem racista no Whatsapp para o ex-jogador, Dennis Aogo.


Aogo, que há pouco tempo se tornou comentarista no canal britânico 'Sky Sports', se surpreendeu com a mensagem na qual Lehman diz que ele "é um negro cumprindo cota" na emissora. Irritado, o ex-lateral compartilhou a mensagem que recebeu nas redes sociais.

- Uau, você está falando sério? Esta mensagem provavelmente não devia ser para mim – escreveu Aogo.

Lehman se desculpou e disse que a mensagem não passou de um mal entendido.

Você viu?

- Uma mensagem privada enviada do meu telefone para Dennis Aogo deu uma impressão, pela qual me desculpei em uma conversa com Dennis. Como ex-jogador da seleção alemã, ele é muito experiente, tem uma grande presença e traz muita qualidade para a Sky – escreveu o ex-goleiro, que trabalhava como consultor da direção do Hertha.

Werner Gegenbauer, presidente do Hertha, criticou a mensagem do ex-goleiro, afirmando que não representa de forma alguma os valores do clube alemão.

- Tais declarações de forma alguma correspondem aos valores pelos quais o Hertha defende e faz campanha ativamente. O Hertha se distancia de qualquer forma de racismo - disse.

Aogo, de 34 anos, jogou pelo Hamburgo, Stuttgart e entre outros clubes, somando 12 convocações para a seleção da Alemanha. Ele se aposentou em agosto do ano passado.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários