Diletta
Instagram
Diletta

A jornalista esportiva Diletta Leotta, uma das mais reconhecidas do mundo, fez um desabafo em suas redes sociais, após ser apontada como possível affair de Ryan Friedkin, filho do dono da Roma, mesmo tendo confirmado, semanas antes, que estaria se relacionando com o ator Can Yaman.

Os rumores começaram, segundo a imprensa italiana, após o ator a pedir em casamento, semanas após o início do romance, mas ela recusar. Desde então, os dois não compartilham fotos no Instagram juntos, sendo a última com um enorme ovo de chocolate que a jornalista deu ao namorado. A pouca exposição fez surgir especulações sobre o fim da relação.

“Sempre estive em silêncio, até agora. E, talvez, eu estivesse errado. Na verdade, eu estava me iludindo pensando que, mais cedo ou mais tarde, as boas informações prevaleceriam sobre o jornalismo lixo. Assim, sofri diariamente a gota venenosa da fofoca; os fotógrafos embaixo da minha casa e em patinetes atrás de cada movimento meu; os drones fora de minhas janelas. Mas, agora estou cansada", começou ela.

Ainda em relato, Diletta classificou as notícias de inaceitáveis. "Qualquer um pode pensar que sou uma devoradora de homens, uma mulher incapaz de amar. E isso é inaceitável. Não quero ouvir qual é o preço a pagar pelo sucesso. Ou que estou procurando por causa da maneira como me maquio, das roupas que visto ou das fotos. Não ofendo nem julgo ninguém", apontou.

Ela também lembrou o caso envolvendo o jogador do Milan, Zlatan Ibrahimovic .

Você viu?

"Explique-me porque, então, uma mulher não pode ter amigos, mas sempre e apenas amantes. Porque se eu encontrar um cara legal duas vezes para um lanche, nós conversamos imediatamente sobre um novo amor? Por que, se faço um comercial com um jogador de futebol, eles insinuam há meses que somos um casal secreto? Por que se eu namorar um belo ator e ficarmos felizes, tem que ser uma história inventada? E por que se, cumprindo o confinamento, renuncio a uma viagem maravilhosa ao exterior, falam de uma crise entre nós?", questionou.

Para a apresentadora, trata-se de um exemplo claro de machismo, como tantos outros em nossa sociedade: “Eu aguentei tudo, até agora, aprendendo a rir disso, às vezes. Mas reflito sobre o fato de que nenhuma celebridade masculina é objeto de atenção jornalística mórbida na esfera privada como uma mulher”, refletiu.

Por fim, ela alegou que fazia o desabafo "por respeito aos leitores enganados por jornalistas desinformados", pelo amor das pessoas ao redor, que "muitas vezes são magoadas por mentiras a meu respeito" e também pelo "amor da avó, que aos oitenta acredita, erroneamente, em tudo o que os jornais escrevem”.

Essa não é a primeira vez que a jornalista se vê em meio a uma grande polêmica. Ela também já foi vítima de exposição virtual, quando imagens íntimas em que aparecia sem roupa foram compartilhadas em grupos de aplicativos de mensagens.

Conforme apuração, hackers invadiram o celular de Leotta. A apresentadora chegou a denunciar o caso e, segundo ela, a atitude também foi para proteger outras mulheres vítimas deste tipo de exposição virtual.

Considerada uma das mulheres mais bonitas da Itália, Diletta também já foi vítima de cantos machistas durante cobertura de um jogo na Itália, em 2019. Na ocasião, torcedores pediram para que a apresentadora “mostrasse os seios”.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários