Namorada Maradona
Instagram
Namorada Maradona

O laudo sobre a morte de Maradona apontou que o craque teve uma parada cardiorrespiratória, além de ter uma doença crônica no coração . Porém, o  órgão principal do jogador não estava sendo afetado apenas pela anormalidade, mas também por amor.

Segundo o colunista do UOL, Carlos Torraga, o ex-craque enfrentava uma série de questões pessoais nos últimos meses, entre elas, a mudança de casa, a operação no cérebro e principalmente a repetida tentativa de reatar o seu namoro com Rocío Oliva , de 30 anos.

De acordo com a Telefe, canal da TV argentina, Maradona implorou para Rocío encontrá-lo em seu aniversário de 60 anos, e a ex-namorada não aceitou. "Diego precisava vê-la, e ela não foi. Desde então, jamais foi o mesmo. Ele a amava", falou Yanina Latorre, uma das apresentadoras do canal.

Maradona e Rocío começaram a namorar em 2014. Ex-integrante de uma torcida organizada do River Plate , ela chegou a atuar como jogadora do clube  e nos últimos anos vinha trabalhando como comentarista esportiva em transmissões de rádio e TV. 

Você viu?

Em entrevista, ela apontou o motivo do fim do namoro, que terminou no final de 2019. "Ele nunca tinha uma pausa, uma tranquilidade, era sempre tudo ou nada 24 horas por dia", disse ela, que, em 2014, foi filmada sendo agredida pelo ex-craque.

Rocío Oliva, aliás, foi barrada na porta do velório de Maradona. Chorando, a apresentadora, que esteve ao lado do craque até 2018, disse ter sido proibida pela primeira esposa do camisa 10. "Me disseram para voltar às 7h, quando virá todo mundo. Disseram que Claudia (Villafañe) não queria que eu entrasse. Ela teria dito que não tinha nada a ver a minha presença. Eu só queria me despedir", disse Rocío, com a voz embargada, ao canal "Todo Notícias", ao chegar por volta das 4h na Casa Rosada .

Horas antes do velório, Rocío Oliva chorou em seu programa de TV, dizendo que iria se despedir do jogador. Os dois não se viam desde março.

“Estou muito triste. Diego foi um homem muito importante na minha vida. Sempre me lembrarei bem. Ele foi bom para mim, para minha família. Humilde, solidário, com vontade de viver. Tenho lindas lembranças no coração", disse antes de não conter as lágrimas e chorar ao vivo: "Diego me amava muito. Ele me amou muito. E isso enche a minha alma. Eu preciso dizer adeus a ele".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários