O ex-agente de Robert Lewandowski , Cezary Kucharski, moveu uma ação na Justiça contra o jogador do Bayern de Munique ( que acaba de perder Thiago Alcânatara ) e exige uma indenização de 39 milhões de zlotys, o que equivale a cerca de 9 milhões de euros (R$ 56 milhões).

Kucharski afirma que Lewandowski desviou fundos de sua empresa, RL Management, e os usou para fins privados. Lewandowski considera o processo injustificado, de acordo com a revista e acusa o ex-agente de tentativa de chantagem.

Uma reportagem da Revista 'Der Spiegel garante, porém, que há documentos que mostram que uma soma milionária foi para uma conta Lewandowski na Polônia, provavelmente nas costas das autoridades fiscais alemãs.

Em 2007, um consultor tributário avisou Lewandowski e sua esposa Anna que eles poderiam ter "sérias dificuldades" se escondessem informações das autoridades fiscais alemãs.

A ação civil está relacionada a um empréstimo de 2,5 milhões de euros que a RL Management concedeu em outubro de 2015 a Anna Lewandowski. Ela não teve de pagar o empréstimo e o dinheiro desapareceu do balanço da empresa e foi para uma conta Lewandowski na Polônia. Essa conta também foi usada pela empresa para pagamentos ao seu proprietário, Robert Lewandowski.

Uma porta-voz de Lewandowski disse que o jogador não se lembra de ter acesso a essa conta e que todos os pagamentos da RL Management aparecem em suas declarações de impostos.

    Leia tudo sobre: Bayern de Munique

    Veja Também

      Mostrar mais