Lance

Lance


Thiago SIlva
Divulgação
Thiago SIlva

Vivendo os últimos momentos com a camisa do Paris Saint-Germain , o zagueiro Thiago Silva falou nesta quinta-feira, véspera da final da Copa da França, que gostaria de ficar no clube para a próxima temporada. Com o contrato se encerrando, a direção parisiense optou por não renovar com o brasileiro de 35 anos.



"Os torcedores perguntaram se eu poderia ficar, mas não é minha decisão. Agora não é hora de continuar falando sobre esse assunto. Espero depois para falar sobre isso. Eu só quero passar meus últimos momentos aqui em um bom estado de espírito, feliz. Estou muito feliz com tudo o que o PSG fez por mim durante oito anos. É verdade que eu não queria ir embora, mas a decisão já foi tomada. Eu a respeito e vou respeitar até o fim", disse Thiago.

Os jornalistas presentes na coletiva até insistiram para que Thiago Silva falasse sobre o futuro, mas, no entanto, o capitão quis focar no jogo desta sexta-feira e alegou que "não era a hora".

"Leonardo já falou com a imprensa sobre isso e estou pedindo precisamente para não falar hoje, porque não é a hora. Penso no jogo e no trabalho que temos que fazer amanhã. Eu respeito o seu assunto e seu desejo de saber o que está acontecendo, mas agora não é hora de falar sobre isso".

Sobre o jogo, Thiago fez questão de elogiar o Saint-Étienne, que é seis vezes campeão da Copa da França, mesmo diante da campanha fraca na última temporada no Campeonato Francês. Na semifinal, o clube alviverde eliminou o Rennes, atual campeão.



"A Copa da França é muito importante. Conhecemos a história do Saint-Étienne na competição. Mesmo na liga, é um time histórico. Por isso, temos muito respeito por eles, que venceram o Rennes, atual campeão, nas semifinais. Você tem que respeitar, pensar em como perdemos no ano passado e fazer de tudo para vencer esta final. Quando você veste a camisa do Paris Saint-Germain, há pressão porque você está lá para vencer. É normal. Será um momento especial para as duas equipes que estarão motivadas. Vamos respeitá-los e tentar fazer o nosso trabalho".

Thiago Silva também falou sobre a forma física dos atletas, que ficaram quatro meses sem atuar. Com pouco ritmo de jogo para a decisão, o brasileiro afirmou que o cansaço bate mais rápido.

"Sinto fadiga como todo mundo. É normal depois de parar por quatro meses, a fadiga vem mais rápido e não é fácil retornar rapidamente ao nível muito alto. Pouco a pouco, progredimos fisicamente. Temos uma equipe experiente, que possui qualidades, jogadores inteligentes. Tivemos algum tempo para nos preparar, mas não é suficiente, e é o mesmo para as duas equipes. Será uma final, ambas as equipes estão motivadas. Teremos de intensificar a partida e tentar fazer o Saint-Étienne correr, que é um bom time defensivo".

Além da final da Copa da França, o PSG ainda disputa a final da Copa da Liga Francesa, onde enfrenta o Lyon na próxima semana, e tem a fase final da Liga dos Campeões. O clube francês enfrentará a Atalanta, nas quartas de final. Segundo o brasileiro, porém, ainda não é o momento de pensar na Champions.

"Só conversamos sobre a Liga dos Campeões no dia do sorteio. Depois disso, esse não era mais o caso, porque temos que viver o presente. Pensaremos no futuro mais tarde. Nós estamos olhando para a final na sexta-feira, vamos pensar no Lyon em seguida, e depois na Atalanta. Pensamos nesta primeira final, que é importante para a história do clube"

    Leia tudo sobre: Futebol

    Veja Também

      Mostrar mais