Philippe Coutinho vai ter que retornar ao Barcelona  no fim desta temporada. O Bayern de Munique , que acertou o empréstimo do brasileiro por um ano, não tem a intenção de bancar os 120 milhões de euros (cerca de 558 milhões) para exercer a opção de compra do meia-atacante, da qual tem a preferência estipulada em contrato. Pelo menos é o que o afirma o jornal alemão "Bild" nesta quinta-feira.

Leia também: Philippe Coutinho é apresentado pelo Bayern de Munique com a camisa 10

Philippe Coutinho arrow-options
Divulgação
Philippe Coutinho


Coutinho foi emprestado aos Bávaros por 8,5 milhões de euros (cerca de R$ 39,5 milhões) por uma temporada. O time alemão também banca o salário mensal do craque em sua totalidade, que gira em torno de 20 milhões de euros (cerca de R$ 93 milhões) brutos. Mas segundo o "Bild" os dirigentes não ficaram satisfeitos com o desempenho do jogador na depois da primeira metade do contrato.

Conforme o diário, o rendimento de Coutinho não alcançou as exigências estabelecidas. A diretoria entende que o valor exigido pelo Barça estaria acima do marcado, mesmo que o brasileiro tenha o apoio de seus companheiros, que estão satisfeitos desde a sua chegada à equipe. O clube pode optar por outro jogador, croata Ivan Perisic, que está na mesma situação que o brasileiro, já que veio de empréstimo da Inter de Milão.

Até agora, Coutinho jogou 23 das 24 partidas disputadas pelo Bayern na temporada, sendo 17 delas como titular. Já são sete gols e sete assistências. O desempenho do camisa 10 cresceu depois que o técnico Hansi Flick virou o técnico no lugar de Niko Kovac.

Leia também: Bayern de Munique confirma chegada do meia Philippe Coutinho por empréstimo

A outra questão é que Coutinho se tornaria um problema ao próprio Barcelona, que justamente emprestou o jogador porque não tinha mais espaço para ele. A torcida reclama desde a chegada do meia do desempenho dele, assim como a própria imprensa catalã.

    Leia tudo sobre: Futebol

    Veja Também

      Mostrar mais