Tamanho do texto

Na última rodada de 2019 do Inglês, líder Liverpool amplia invencibilidade ao derrotar o Wolverhampton e mantém 13 pontos de vantagem na tabela

Mané marcou o gol da vitória do Liverpool sobre o Wolverhampton arrow-options
Reprodução/Twitter Premier League
Mané marcou o gol da vitória do Liverpool sobre o Wolverhampton

O Liverpool não teve seu melhor jogo no Campeonato Inglês, mas fez o suficiente para vencer a forte equipe do Wolverhampton por 1 a 0 em casa. O time de Klopp que começou com muita intensidade, não aguentou o ritmo no segundo tempo. Os visitantes, que começaram poupando os principais artilheiros, deram trabalho com bastante velocidade no ataque. Prevaleceu a qualidade individual dos atletas na hora da definição para o resultado ter sido a favor do time de Anfield.

Leia também: Thuler, do Flamengo, chama Lincoln de "macaco" em vídeo; veja

INTENSO

O Liverpool que todo mundo conhece mostrou logo cedo para que veio. Aos 3 minutos de partida, Salah perdeu grande chance após cruzamento de Alexander-Arnold. O time de Klopp também chegou perigosamente com Mané e Firmino. No entanto, o Wolverhampton se defendia bem até o senegalês aproveitar assistência de Lallana em jogada despretensiosa e marcar o primeiro gol da partida.

POLÊMICA

O VAR foi um ponto alto no primeiro tempo da partida para ambos os lados. O gol do Liverpool não havia sido validado por um possível toque de braço do Lallana para Mané, mas a jogada foi revista e a conclusão foi que a bola bateu no ombro do jogador. Já nos acréscimos, o Wolverhampton teve um tento anulado pelo recurso tecnológico. Os lances foram alvos de protesto do técnico do time visitante, Nuno Espírito Santo, que levou cartão amarelo por reclamação.

SEGUNDO TEMPO MORNO

O Liverpool não conseguiu manter a intensidade do primeiro tempo na segunda etapa. Ao contrário do time de Klopp, o Wolverhampton voltou do vestiário com mais apetite para buscar o empate. As grandes chances foram com Diogo Jota roubando a bola de Van Dijk e finalizando para grande defesa de Alisson aos 22 minutos e Raúl Jiménez que perdeu gol na frente do Alisson aos 38. A equipe ainda teve outras oportunidades em que finalizou para fora da meta do goleiro brasileiro. Com isso, o Liverpool se mantém na liderança com larga folga para o Leicester e Wolves fica em 7º lugar.

MANCHESTER CITY VENCE SHEFFIELD UNITED

O Manchester City venceu o Sheffield United por 2 a 0, em casa, neste domingo. Agüero e De Bruyne marcaram os gols que mantiveram a equipe a um ponto do vice-líder Leicester e a 14 do líder Liverpool (com um jogo a menos). Sensação do Campeonato Inglês, o Sheffield, agora em oitavo lugar, ainda não havia perdido fora de casa no retorno à elite.

CHELSEA LEVA CLÁSSICO CONTRA ARSENAL

Arsenal e Chelsea fizeram um clássico com tudo o que um torcedor poderia pedir. Jogadas duras, gols, virada e muita emoção. Não faltaram ingredientes principalmente para a torcidar do Chelsea comemorar a vitória sobre o Arsenal por 2 a 1 no Emirates Stadium. Dessa forma, o time de Lampard se recupera na tabela após perder para o Southampton, enquanto o Arsenal, no segundo jogo de Arteta, amarga mais um resultado negativo.