Tamanho do texto

William Cordeiro, ex-Figueirense, estava dormindo no momento em que o terremoto de 6,4 graus na escala Richter atingiu a Albânia

Lance

William Cordeiro arrow-options
Divulgação
William Cordeiro viveu momento aterrorizante durante terremoto

Na madrugada dessa terça-feira (26), um terremoto que atingiu a marca de 6,4 graus na escala Richter assustou bastante a Albânia, país que fica localizado na região europeia dos Balcãs, com a capacidade destrutiva onde um dos afetados foi o atacante brasileiro  William Cordeiro , ex-Figueirense e hoje atleta do Partizani.

Leia também: Inter de Milão desiste de vender Gabigol para o Flamengo, afirma jornal

Apesar de não ter sofrido danos físicos, certamente o psicológico do atleta de 26 anos de idade teve um dano considerável e que pode ser notado nas palavras ainda sentidas quando lembra a sensação vivida durante a madrugada:

“Era mais ou menos 4 horas da manhã aqui e eu estava dormindo. Tudo começou a balançar de uma maneira terrível, parecia um barco viking de parque de diversões. Comecei a gritar e saí correndo. Só coloquei um agasalho, pois estava muito frio. Ainda bem que moro no segundo andar e cheguei rápido à rua. Em pouco tempo, todos os moradores do meu prédio e dos prédios vizinhos estavam na rua. Foi o maior susto da minha vida”.

Em meio ao seu relato, William disse que os maiores afetados pelo  terremoto que vitimou 10 pessoas e deixou até então quase 600 feridos são da região litorânea da Albânia, sendo que ele vive na capital, Tirana.

Leia também: Van Basten é suspenso de programa de TV após comentário nazista

“Os danos maiores aconteceram em Durres, que fica no litoral. Aqui na capital, não soube de vítimas graves ou grandes estragos. Mas é claro que estamos muito tristes. O país está em luto. Estamos orando para que os feridos se recuperam e Deus conforte os familiares das vítimas fatais”, lamentou.