Tamanho do texto

Clube francês considera que intervalo de 48 horas entre os amistosos da seleção contra Senegal e Nigéria prejudicaram o atacante

Neymar sentiu lesão na coxa durante jogo da seleção brasileira arrow-options
CBF / DIVULGAÇÃO
Neymar sentiu lesão na coxa durante jogo da seleção brasileira

A lesão do atacante Neymar logo no começo da partida da seleção brasileira contra a Nigéria, no último domingo, em Singapura, teria irritado bastante a alta cúpula e a comissão técnica do Paris Saint Germain .

Leia também: Neymar é o 2º em lista de mais valiosos do mundo; CR7 fica fora do top 25

De acordo com informações do UOL , para o clube francês, os duelos amistosos contra Senegal e Nigéria, com um intervalo de 48 horas, além de uma viagem desgastante, foram abusivos. E isso teria causado a lesão muscular de Neymar .

O atacante, que já não estaria na condição física ideal por conta do tempo em que ficou afastado entre maio e setembro, sofreu uma lesão de grau 2 na coxa esquerda e ficará fora por até quatro semanas, desfalcando o PSG na Liga dos Campeões e a própria seleção brasileira nos últimos amistosos do ano, em novembro.

O PSG já teria uma irritação antiga com a CBF por conta dos locais dos amistosos da seleção. Na última temporada, o clube francês teve Neymar, Marquinhos, Thiago Silva convocados para amistosos na Arábia Saudita, em outubro, e o técnico Thomas Tuchel chegou a reclamar abertamente sobre o calor que os os jogadores enfrentaram nas partidas contra a Argentina e a própria Arábia.

Leia também: Neymar é homenageado e ganha escultura de quase 3 metros em Paris

Curiosamente, os próximos amistoso da seleção brasileira serão realizados, de novo, no Oriente Médio. No dia 15 de novembro, o Brasil encara a Argentina, na Arábia Saudita. Já no dia 19, o adversário será a Coréia do Sul, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. E ambos sem Neymar .

    Leia tudo sobre: futebol