Tamanho do texto

Atacante brasileiro não atua pelo PSG desde maio e deverá entrar em campo no final de semana

Neymar ficou no PSG apesar de toda especulação sobre sua saída arrow-options
PSG / Divulgação / Twitter
Neymar ficou no PSG apesar de toda especulação sobre sua saída

Após uma extensa novela em relação a sua permanência, Neymar vai, enfim, voltar a jogar pelo PSG . O treinador do clube, Thomas Tuchel , opinou sobre a sequência do atacante, brincou que a vida do brasileiro "não é tão dura assim" e ressaltou que espera que o brasileiro "recupere o seu sorriso".

Leia também: "Não é fácil ser Neymar, chega a dar pena. É um menino", defende Edu Gaspar

"A vida não é tão dura e tão difícil para o Neymar . Ele joga e vive em Paris (risos). Eu penso que se a gente falar de todas as coisas que o Ney disse, que o pai dele disse, que sua mãe disse, que o Barcelona disse, vamos ficar malucos", disse o treinador, em coletiva.

"As coisas estão decididas. Eu não sou aquela pessoa que diz "ah, ele disse isso, ah ele disse aquilo". Quero olhar para frente e tomar as decisões agora. eu acho que ele vai reencontrar seu sorriso, depois vamos ver...", finalizou.

Vale lembrar que, logo após a eliminação da seleção brasileira na Copa do Mundo de 2018, o então coordenador Edu Gaspar disse justamente o contrário .

"Não é fácil ser Neymar. É difícil estar na pele dele. Meu dia a dia com ele foi espetacular, não estou aqui para defender. Só tenho que elogiar e agradecer esses momentos de Copa do Mundo", comentou o dirigente na ocasião.

"Chega a dar pena em alguns momentos, porque o que esse menino sofre não é fácil. Mas o contrário também é verdadeiro, porque quando ele vai muito bem, também se enobrece todas as coisas. É um atleta que se dá um sorriso é criticado e elogiado, se não dá uma entrevista é criticado e elogiado, é difícil estar na pele dele em muitos momentos", completou Edu.

RETORNO

O treinador confirmou a presença de Neymar contra o Strasbourg, neste sábado, pelo Campeonato Francês. O brasileiro ainda não jogou nesta temporada e a última vez que entrou em campo pelo PSG foi no dia 11 de maio.

    Leia tudo sobre: Futebol