Tamanho do texto

Sul-coreanos foram a jogo esperando ver o craque português em campo, mas CR7 decepcionou os fãs e ficou o tempo todo no banco de reservas

Lance

Cristiano Ronaldo ficou no banco de reservas em partida amistosa arrow-options
Reprodução
Cristiano Ronaldo ficou no banco de reservas em partida amistosa

Durante a pré-temporada, a Juventus teve um amistoso contra a seleção de estrelas do Campeonato Coreano, onde a equipe italiana ficou no empate por 3 a 3. No entanto, o amistoso não foi só alegria para os sul-coreanos. De acordo com a 'BBC', os torcedores presentes estão pedindo indenização para a empresa organizadora da partida por conta da ausência de Cristiano Ronaldo, já que o CR7 não entrou em campo um minuto sequer.

Leia mais: Cristiano Ronaldo se diz preocupado com futuro de Neymar e manda recado

Por opção de Maurizio Sarri,  CR7 ficou no banco de reservas durante toda partida. Contudo, de acordo com a 'BBC', a agência de promoção de eventos esportivos "The Festa" havia garantido que Ronaldo jogaria pelo menos 45 minutos durante a venda de ingressos para o jogo. Os ingressos custaram entre 30 mil e 400 mil wons (cerca de R$94 a R$1.280).

- Até agora, mais de dois mil torcedores nos contataram para entrar com ações. Planejamos seguir com isso de forma oficial a partir da próxima semana se a agência não oferecer um plano concreto para compensar quem adquiriu ingressos — disse o advogado Kim Hun-Ki em entrevista.

Segundo a 'BBC', a agência esportiva garantiu que pediu ao ex-jogador Pavel Nedved, atual vice-presidente da Juventus , para que  CR7 entrasse em campo, mas Sarri não atendeu ao pedido.