Tamanho do texto

Em jogo da Copa Peru, Vidal Palomino Cárdenas deu cartão vermelho para um jogador e precisou correr da torcida que invadiu o campo para agredi-lo

Lance

Árbitro pulou alambrado para não ser agredido arrow-options
Reprodução
Árbitro pulou alambrado para não ser agredido

Não é só no Brasil que o homem do apito é vítima de críticas e ataques dos jogadores e dirigentes. Em jogo válido pela Copa Peru, o árbitro Vidal Palomino Cárdenas foi o escolhido para comandar a partida entre Universidad Nacional de San Cristóbal e Defensor Patibamba, mas precisou sair de campo às pressas para não ser linchado.

Leia também: Sete vidas! Ex-árbitro escapou de três acidentes fatais, incluindo o da Chape

O duelo estava decidido a favor da Universidad Nacional de San Cristóbal, que vencia por 3 a 1. Nos acréscimos do confronto, Carlos Sosa, de cabeça quente pela derrota do seu time, recebeu o cartão vermelho e partiu para cima do árbitro , mas foi acalmado pelos companheiros.

O problema foi que Cárdenas irritou a torcida adversária, que invadiu o gramado e saiu atrás do juiz. No desespero, o  árbitro  correu em direção ao alambrado e conseguiu escapar dos socos e pontapés.