Tamanho do texto

Aurora, clube da Bolívia, esqueceu a camisa de um jogador e teve que improvisar a numeração com fita adesiva

Aurora%2C da Bolívia%2C teve que improvisar número na camisa de um jogador arrow-options
Diez / Etzhel A. Llanque/ Reprodução
Aurora, da Bolívia, teve que improvisar número na camisa de um jogador

A rodada inicial do Clausura do Campeonato Boliviano teve uma cena inusitada no jogo entre San José e Aurora. A camisa número 30, que pertence ao jogador Edwin Rivera, foi esquecida pela comissão técnica do Aurora, que teve que improvisar para ele entrar em campo.

Leia também: Capitão do penta, ex-jogador Cafu enfrenta dívidas milionárias

Diante do problema, o estafe do clube improvisou a numeração com fitas adesivas, que foi flagrado pela arbitragem do duelo e o jogador foi obrigado a se retirar.

Com apenas oito minutos da etapa inicial, Edwin Rivera saiu de campo e deu lugar a Sergio Moruno. No fim, o Aurora foi derrotado por 3 a 0.

Leia também: Equipe da Band é furtada e perde entrevista exclusiva com Neymar

A imprensa boliviana tratou o caso como "vergonha" - como reportagem do diário Diez -, já que um time da primeira divisão do futebol local não poderia improvisar o número na camisa de um jogador .

    Leia tudo sobre: futebol