Tamanho do texto

Gols de Agüero e Dybala colocaram a Argentina como terceira colocada na Copa América; leia um resumo da partida

dybala
Reprodução
Dybala marcou o segundo gol da Argentina na partida

A partida entre Argentina e Chile, válida pelo 3º lugar da Copa América, esquentou a tarde fria de São Paulo, na Arena Corinthians, em Itaquera.

Leia também:  Suécia domina o jogo, vence a Inglaterra e fica com 3º lugar do Mundial feminino

Com as seleções querendo mostrar serviço e "manter a honra" o jogo foi muito movimentado no primeiro tempo. Com Messi inspirado, a Argentina iniciou melhor a partida e aos 11 minutos, Agüero abre o placar depois de rápida cobrança de falta do camisa 10.

Com a vantagem do placar os argentinos foram mais pra cima e aos 21 minutos, Dybala marcou seu primeiro gol nessa Copa América. O atacante que fez a primeira partida como titular no torneio recebeu um passe milimétrico de Lo Celso e bateu na saída do goleiro Armani.

Os jogadores do Chile ficaram nervosos com a desvantagem e começaram a fazer muitas faltas. Qualquer parada era muito discutida e aos 36 minutos essas discussões chegaram ao ápice. Messi e Medel foram expulsos pelo árbitro depois de um desentendimento na linha de fundo. O argentino saiu de campo cabisbaixo.

Na volta do intervalo, aos 12 minutos o juiz assinalou pênalti para o Chile. Vidal foi para a cobrança e converteu, diminuindo a desvantagem. Apesar do gol, os chilenos não tiveram forças para reagir e o jogo terminou 2 a 1 para os argentinos.

Leia também: Polícia prende suspeitos de vender ingressos falsos para final da Copa América

Com o terceiro lugar definido entre Argentina e Chile, a decisão da Copa América acontece neste domingo (07) as 17h00, horário de Brasília, entre Brasil e Peru, no Maracanã.