Tamanho do texto

No domingo as 12h00 tem final do Mundial feminino, as 17h00 decisão na Copa América e as 22h00 final da Copa Ouro. Fifa recebeu críticas

megan rapinoe
Getty Images
Megan Rapinoe não gostou de duas finais masculinas no mesmo dia da Copa do Mundo feminina

O domingo será agitado para quem gosta de futebol. Ao meio-dia acontece a final da Copa do Mundo de futebol feminino entre Estados Unidos e Holanda; as 17h00 tem a final da Copa América entre Brasil e Peru e as 22h00 a final da Copa Ouro entre EUA e México. Apesar do dia cheio, teve quem não gostou do calendário.

Leia também:  Presidente da Fifa elogia Mundial da França e define metas para o fut feminino

A atacante americana, Megan Rapinoe, soltou o verbo ao dizer o que pensa de ter outras finais no mesmo dia da Copa do Mundo . “É ridículo e decepcionante, para ser honesta”, comentou.

Na onda da jogadora, o ex-atleta da seleção masculina dos Estados Unidos, Aly Wagner, também deixou seu descontentamento. “É terrível, acho muito irritante que a Copa do Mundo feminina não tenha seu próprio dia para ficar por conta própria e ter uma final com o objetivo de melhorar essas atletas, seus trabalhos e realizações. ‘Homens, por que fazem isso com as mulhere?’”, declarou.

Num comunicado a Fifa se defendeu das críticas e classificou o fato como “estranho e excitante”. “A programação dos diferentes eventos passou por um amplo processo de consulta, que envolveu todas as partes interessadas e levou em consideração diferentes aspectos dos cronogramas de jogos de homens e mulheres”, diz o comunicado.

Lembrando que o calendário da Copa do Mundo feminina foi o primeira a ser liberado, em 18 de setembro de 2017. A Concacaf anunciou os jogos da Copa Ouro em 27 de setembro de 2018 e a Conmebol anunciou as datas da Copa América no início de 2018.

Leia também: EUA vai ou não à Casa Branca? Alex Morgan diz que decisão será coletiva

Ao contrário da competição feminina, nenhum outro torneio de grande expressão acontece nas finais da Copa do Mundo masculina.