Tamanho do texto

Relação ruim com o técnico Thomas Tuchel e alguns privilégios dados a Neymar podem ser determinantes pra saída de Mbappé do time parisiense

Lance

Griezmann e Mbappé são nomes fortes do mercado da bola na Europa
FIFA/ Divulgação
Griezmann e Mbappé são nomes fortes do mercado da bola na Europa

Esta janela pode reservar grandes mudanças no futebol internacional. Um dos melhores jogadores da atualidade, Kylian Mbappé ainda não definiu sua permanência no PSG . Antoine Griezmann anunciou sua saída do Atlético de Madrid e um acordo com o Barcelona está cada vez mais distante.

Leia também: Mbappé quer deixar o PSG para ser comandado por Zidane no Real Madrid

O PSG tem interesse no jogador e a sua chegada aos parisienses pode sacramentar a saída de Mbappé para o Real Madrid.

RELAÇÃO RUIM COM TUCHEL

Não é de hoje que a relação de PSG com o Mbappé não está boa. O jogador declarou publicamente que não descarta aceitar outro projeto para ter mais responsabilidades. O treinador Thomas Tuchel não gostou da declaração e a relação dos dois começou a ficar desgastada.

PRIVILÉGIOS DE NEYMAR

Segundo o jornal catalão 'Sport', Mbappé também estaria insatisfeito com os privilégios recebidos por Neymar. Além disso, o brasileiro ganha um salário muito maior. O Real Madrid não teria problema nenhum em pagar um salário mais adequado ao atacante francês. Mbappé acredita que a chegada de Leonardo na diretoria do clube francês no posto de diretor esportivo, no lugar de Antero Enrique, daria ainda mais estabilidade a Neymar.

DESEJO ANTIGO

O Real Madrid monitora Mbappé desde 2017. Na época, o clube espanhol disputou a contratação do atacante com o PSG, mas o fato de permanecer em seu país natal pesou para o jovem jogador. Além disso, o jogador acreditava que não teria espaço em uma equipe com Cristiano Ronaldo, Bale e Benzema. 

AGORA NÃO?

Florentino Pérez, porém, pode esperar mais alguns anos para trazer Mbappé. A estratégia seria a mesma que foi feita com Hazard: esperar o contrato ficar próximo do fim para forçar uma saída.

O contrato de Mbappé vai até 2023, mas, a partir de 2021, uma pressão maior pode fazer com que o jogador já pense em não renovar. Assim, o PSG se inclinaria mais a vender.

    Leia tudo sobre: futebol