Tamanho do texto

Uruguaio deixa clube após nove anos e inúmeros títulos pela equipe espanhola. Destino deverá ser a Inter de Milão

Agradecimento do Atlético de Madrid a Diego Godín
Reprodução/Twitter
Atlético de Madrid posta agradecimento a Godín pelos nove anos defendendo o clube.

Hoje o Atlético de Madrid viveu o fim de uma era. Após nove temporadas no clube, o zagueiro Diego Godín se despediu da equipe espanhola. Durante a despedida, realizada nesta manhã, o uruguaio, que é um dos grandes ídolos do clube, se emocionou e chorou. O destino do jogador deverá ser a Inter de Milão.

Contratado em 2010,  Godín  não chegou a um acordo com o Atlético de Madrid  para renovar seu contrato, que termina em 30 de julho. Por isso, o jogador decidiu deixar a equipe da Espanha. O anúncio foi feito durante coletiva convocada pelo próprio zagueiro. Ao falar sobre a decisão, o uruguaio se emocionou e chorou, o que com que os presentes o aplaudissem. 

Leia também: Atlético de Madrid encaminha acerto com Felipe, ex-Corinthians

Além do zagueiro, outros presentes também se emocionaram. O atacante francês Griezmann, que ao lado de Godín é um dos grandes nomes do Atlético atualmente, se emocionou e chorou durante a  despedida do uruguaio. Durante a coletiva, o ídolo do clube afirmou que o tempo em que defendeu o Atlético foi o melhor período de sua vida.

" Se encerra uma etapa, um ciclo, o mais bonito da minha carreira esportiva e da minha vida. Fico orgulhoso de ter feito parte desta etapa tão bonita e da história deste clube. Agradeço a todoso ", afirmou Godín.

Em sua conta do Twitter, o Atlético de Madrid postou um vídeo compilando grandes momentos do Godín  pelo clube. Além da idolatria, o zagueiro foi  um dos pilares da equipe vitoriosa do Atleti que, em meio ao reinado de Real Madrid e Barcelona, conseguiu conquistar um Campeonato Espanhol, uma Supercopa da Espanha, uma Copa do Rei e duas Liga Europa.

    Leia tudo sobre: Futebol