Tamanho do texto

Por erro em contrato, a compensação de R$ 3 milhões pode não ser entregue para família de Sala; Associação de Jogadores tenta conciliação

Emiliano Sala faleceu no último dia 21 de janeiro após o avião em que estava cair no Canal da Mancha
Divulgação
Emiliano Sala faleceu no último dia 21 de janeiro após o avião em que estava cair no Canal da Mancha

Um erro do Cardiff City pode impedir que a família de Emiliano Sala tenha direito a uma compensação financeira pela morte do atleta argentino de 28 anos.

Leia também:  Palmeiras pode ser rebaixado para Série B por causa de ex-cartola Del Nero

De acordo com o jornal britânico The Times , a Premier League teria feito uma revisão no contrato de Emiliano Sala e corrigido alguns pontos. O documento foi reenviado ao clube do País de Gales e teria que ser assinado novamente pelo atleta.

Porém, Sala nunca chegou à sede do Cardiff, pois o avião em que estava caiu no Canal da Mancha depois de sair de Nantes, na França, rumo ao Reino Unido.

O valor da compensação financeira entregue para a família de Emiliano Sala seria de 700 mil euros (R$ 3 milhões, na cotação atual). A falta de assinatura do contrato compromete a vinculação do atleta ao esquema de aposentadoria da Associação de Jogadores Profissionais da Inglaterra, que é responsável por esses trâmites.

Apesar do erro do clube, a Associação afirmou que irá fazer pressão para que a compensação seja paga à família de Sala, mesmo não tendo a assinatura do atleta.

Leia também:  Conmebol abre investigação contra brasileiros da Liberta e Sul-Americana

Nesta quinta-feira (21) o acidente aéreo que vitimou Sala e o piloto David completa um mês. Nesse tempo, diversas alegações foram feitas sob a responsabilidade do jogador em embarcar no avião que estava em condições ruins.

Para se defender das acusações, o agente de Sala, Willie McKay disse em entrevista ao canal de TV Sky Sports News no início da semana que o Cardiff City sabia de todo o plano de voo e pediu para que a equipe faça uma sessão pública de perguntas e respostas para mostrar que também teve responsabilidade pelo ocorrido.

No início de fevereiro, o Cardiff foi cobrado pelo Nantes para que pagasse o valor da transferência do jogador. A equipe do País de Gales respondeu que na hora certa irá acertar os R$72 milhões da contratação.

Leia também:  Em jogo de viradas, City vence o Schalke na Champions; Atlético supera a Juve

Emiliano Sala foi sepultado no último sábado (16) na Argentina. As buscas pelo corpo do piloto David Ibbotson foram retomadas na terça-feira depois que a família do britânico arrecadou R$ 1,3 milhão para que uma equipe faça novas investigações no local em que o avião caiu.

    Leia tudo sobre: Futebol