Tamanho do texto

O goleiro do PSG também falou bastante sobre Neymar e afirmou que acredita que o brasileiro vai ganhar pelo menos duas Bolas de Ouro

Buffon revelou que quando fala sobre times brasileiros, é o Flamengo que vem à sua mente
reprodução / Twitter
Buffon revelou que quando fala sobre times brasileiros, é o Flamengo que vem à sua mente

Em entrevista ao canal 'Esporte Interativo', Buffon foi questionado sobre os times brasileiros que conhecia, e deu uma resposta que deve ter alegrado os torcedores do Mengão e revelou a admiração de seus filhos por outro time carioca.

Leia também: Buffon revela que sofreu de depressão na Juventus: "Tudo perdeu o sentido

"Eu tenho dois filhos que são torcedores do Fluminense, porque eles venceram o campeonato. Mas se eu tiver que dizer o nome de um clube, não sei porque, me vem a cabeça Flamengo. Não é que eu torço para o Flamengo, mas se me dizem para falar o nome de um time brasileiro, me vem na cabeça o Flamengo ", contou Buffon.

O atacante Neymar também foi assunto da entrevista, e o goleiro italiano mostrou confiança em seu companheiro de PSG, que na sua opinião, será o melhor jogador do mundo pelo menos duas vezes nos próximos cinco anos.

Leia também: Barcelona já sabe quanto terá que pagar para conseguir tirar Neymar do PSG

"E ele é um jogador que, para mim, precisa ser ajudado por nós como time. Para fazer com que renda ao máximo, e assim, ele nos ajudará a vencer coisas importantes. Ele é um jogador de qualidade incrível, e na sua cabeça precisa ter em mente que nos próximos cinco anos vai vencer, pelo menos, duas Bolas de Ouro. Eu estou convencido de que um jogador como ele precisa ter esse objetivo em mente", projetou o goleiro.

Questionado sobre como enxergava Neymar antes de jogar ao seu lado, o italiano afirmou que não imaginava toda essa qualidade e o colocou como um dos melhores jogadores que trabalhou junto.

Leia também: Aos 40 anos, Buffon garante: "Melhor do que cinco, seis, sete anos atrás"

"Neymar sempre o tive como adversário. Já sabia que ele era um grande jogador, mas não tinha ideia do seu valor total como jogador. Jogando com ele, pude compreender que se trata de um talento extraordinário. Tem algo de diferente nele. Na minha carreira, tive a sorte de jogar com tantos grandes jogadores, são tantos que não consigo recordar os nomes, e Neymar está no topo da lista desses grandes nomes".

    Leia tudo sobre: Futebol