Tamanho do texto

Presidente da Lega Pro (terceira divisão do futebol da Itália) só não conseguiu do sindicato dos jogadores; eleição será em 22 de outubro

O presidente da Lega Pro (terceira divisão do futebol da Itália), Gabriele Gravina, foi confirmado nesta segunda-feira como único candidato na disputa pelo comando da Federação Italiana de Futebol (Figc), que está sob intervenção do Comitê Olímpico Nacional Italiano (Coni) desde o início do ano.

Leia também: Rodrygo é indicado ao Troféu Kopa e Marta está na lista da Bola de Ouro feminina

Gabriele Gravina, presidente da Lega Pro (terceira divisão do futebol italiano), é o candidato único para chefiar a Federação Italiana de Futebol
Divulgação
Gabriele Gravina, presidente da Lega Pro (terceira divisão do futebol italiano), é o candidato único para chefiar a Federação Italiana de Futebol

Nenhuma outra candidatura foi apresentada até o último domingo, quando terminou o prazo. Sem nenhum concorrente, a candidatura solitária de Gabriele Gravina recebeu a adesão da Lega Serie A, que comanda a principal divisão do futebol italiano.

Gravina já contava com o apoio da Lega Pro, da Liga Nacional dos Amadores, da Associação Italiana dos Treinadores de Futebol (Aiac) e da Associação Italiana de Árbitros (AIA).

No entanto, o sindicato dos jogadores decidiu não dar seu voto à candidatura de Gravina. A nova votação para eleger o comandante da entidade que rege o futebol italiano está marcada para o dia 22 de outubro.

Leia também: Neymar e outros três brasileiros são indicados à Bola de Ouro; veja os 30 nomes

O futebol italiano, mais precisamente a Figc , está sem um presidente desde o início do ano, quando Carlo Tavecchio renunciou e assembleia para eleger o novo mandatário terminou sem resultado.

Em fevereiro, então, o Comitê Olímpico Nacional Italiano (Coni) passou a presidir a entidade máxima da Itália. Isso já havia acontecido em 2006, quando estourou o escândalo de manipulação de resultados que puniu a Juventus.

Leia também: Polícia perde provas de ex-modelo contra Cristiano Ronaldo, diz revista

No pleito do início do ano, Gabriele Gravina concorreu com outros dois candidatos, mas não conseguiu se eleger após três votações e nem ir para o segundo turno por ter menos votos que "branco".

Clique e baixe o 365Scores para ter resultados, dados, notícias, tempo real, vídeos e muito mais


    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.