Tamanho do texto

Meio-campista da Juventus se revoltou diante do cartão vermelho e acabou emitindo comentário infeliz; posteriormente, Emre Can se desculpou

O meio-campista Emre Can decidiu se pronunciar em defesa de Cristiano Ronaldo , que foi expulso na estreia da Juventus na Liga dos Campeões, nesta quarta-feira, contra o Valencia, fora de casa, mas acabou emitindo um comentário machista.

Leia também: CR7 é expulso, mas Juventus vence; Real, Bayern e United também começam bem

Emre Can em ação na partida entre Valencia e Juventus, pela primeira rodada da Liga dos Campeões
Reprodução/Twitter
Emre Can em ação na partida entre Valencia e Juventus, pela primeira rodada da Liga dos Campeões

"Isso era pra vermelho? Eu ouvi que CR7 foi expulso por puxar o cabelo do adversário. Nós não somos mulheres, nós jogamos futebol. Se você vai dar um cartão vermelho por isso, você vai dar cartão vermelho por qualquer coisa", disse Emre Can à emissora DAZN .

Rapidamente muitos usuários do Twitter acusaram o volante de machismo. "Total sexismo. Que vergonha, Emre Can!", escreveu um. "Belo sexismo. E ainda dizendo que depois seu companheiro foi o único a puxar o cabelo dos outros caras. Jogadores de futebol são realmente idiotas", acusou outro.

Leia também: Cruzeiro pede investigação da Conmebol após "roubo" em expulsão de Dedé

Cristiano Ronaldo foi expulso ainda no primeiro tempo na partida que a Juventus venceu o Valencia por 2 a 0. Ele discutiu com Murillo dentro da área e puxou o cabelo do adversário, recebendo cartão vermelho direto. Por conta da expulsão inédita na Champions, saiu chorando de campo.

Leia também: França e Bélgica dividem liderança do ranking da Fifa; Brasil segue em terceiro

Emre Can se desculpa

Cristiano Ronaldo sai chorando após ser expulso em partida de estreia na Liga dos Campeões pela Juventus e companheiro Emre Can o defendeu
Divulgação
Cristiano Ronaldo sai chorando após ser expulso em partida de estreia na Liga dos Campeões pela Juventus e companheiro Emre Can o defendeu

Na manhã desta quinta, o alemão se pronunciou e se defendeu das acusações de sexismo. "Eu gostaria de declarar que os comentários que fez nunca tiveram o foco de degradar as mulheres, o futebol feminino e a igualdade. Todo mundo que me conhece sabe o meu respeito pelas mulheres e pela igualdade. Eu peço siceras desculpas se meu comentário causou algum tipo de dano", escreveu Emre Can em seu Twitter.

Clique e baixe o 365Scores para ter resultados, dados, notícias, tempo real, vídeos e muito mais


    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.