Tamanho do texto

Fernando Méndez Rivero é engenheiro civil e admite que inventou o árbitro de vídeo em 2004, depois de um erro do juiz contra o seu time

Fernando Méndez Rivero, o boliviano que assegura ter inventado o VAR, em 2004
Clarín / Reprodução
Fernando Méndez Rivero, o boliviano que assegura ter inventado o VAR, em 2004

Uma das grandes novidades do futebol mundial nos últimos anos é a introdução do árbitro de vídeo, popularmente conhecido como VAR ( Video Assistant Referee). Tanto que o recurso já foi definido pela Fifa como uma das regras do esporte.

Leia também: VAR em alta, Neymar em baixa: Veja vencedores e perdedores da Copa 2018

Diante de todo sucesso que a tecnologia vem fazendo no futebol, o boliviano  Fernando Méndez Rivero , de 63 anos de idade, decidiu aparecer em cena para cravar: ele é o inventor do VAR e quer uma indenização da Fifa.

"O que eu quero é o reconhecimento do meu trabalho e que a Fifa não roube a minha propriedade intelectual", disse Rivero, que é engenheiro civil no seu país, ao Yahoo.

O homem quer 500 mil dólares (cerca de R$ 2 milhões) por cada entidade que utilizar o árbitro de vídeo em suas respectivas competições. Assim, de acordo com seus cálculos, o valor total de indenização seria na cada dos 100 milhões de dólares, aproximadamente R$ 415 milhões).

Leia também: Campeonato Inglês testará árbitro de vídeo de maneira 'offline' na 5ª rodada

"Eu gastei muitos meses da minha vida fazendo esse projeto, usando programas de computador como o Autocad, por exemplo. O VAR que vocês viram na Copa do Mundo é uma ideia minha", comentou o boliviano, que assegura ter criado o recurso em 2004.

VAR, árbitro de vídeo
Divulgação
VAR, árbitro de vídeo

Segundo Rivero, logo após o Oriente Petrolero , seu clube do coração, ter sido derrotado graças a erros da arbitragem em um clássico contra o Blooming, ele resolveu agir. Ele foi para casa pensando no que poderia ser feito para que erros como aqueles não voltassem a acontecer.

"Não é que eu montei o projeto e engavetei. Enviei para 40 federações nacionais de outros continentes e para dez da América do Sul. Então, é claro que as autoridades do futebol conheciam o assunto. Tenho também um documento da Federação Boliviana de quando o apresentei", admitiu.

Leia também: Federação Paulista diz que vai bancar uso de VAR no mata-mata no Paulistão

Em agosto, Rivero foi até a sede da Conmebol e entregou um dossiê da sua criação. "Seria lindo a Fifa reconhecer que uma ideia que revolucionou o futebol veio de um engenheiro desconhecido da Bolívia. Seria muito bom para toda a América do Sul", finalizou o suposto inventor do VAR .

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.