Tamanho do texto

A empresa Heritage Sports Holdings adquiriu 25% das ações do Rimini. Os investidores são donos do primeiro clube a pagar salários com criptomoeda.

O Rimini, clube da Série C do Campeonato Italiano, teve 25% de suas ações compradas com bitcoin
Reprodução/ RiminiNews
O Rimini, clube da Série C do Campeonato Italiano, teve 25% de suas ações compradas com bitcoin

A Associazione Calcio Rimini 1912, ou simplesmente Rimini , time que disputa a Série C do Campeonato Italiano, entrou para a história como o primeiro clube de futebol da Itália e do mundo a ser comprado com bitcoin- uma criptomoeda.

Leia também: No Real Madrid, promessa brasileira se destaca. Conheça história

Nesta segunda-feira (27) o clube teve 25% de suas ações compradas pela Heritage Sports Holdings (HSH) – empresa dos Emirados Árabes, especializada em investimentos no mundo do futebol através de scouting e assistência de jogadores, que utilizou  bitcoin durante o processo de aquisição.

“Juntos, vamos tentar trazer para a equipe e para a cidade novas ideias e sinergias tanto do ponto de vista esportivo, imagem e tecnologia. A nossa participação é realizada de forma inovadora, considerando o pagamento em cryptovaluta (QTCt) e com o uso da tecnologia Blockchain para a qual a Heritage Sports Holdings já está na vanguarda em outros países", disse a empresa em comunicado.

Leia também: Gol de bicicleta de CR7 contra Juve é eleito o mais bonito do ano

Após ter declarado falência em 2016, o clube biancorosso recomeçou sua história na liga Eccellenza da região da Emília-Romanha, que é considerada a quinta divisão do Cálcio. Na temporada passada, o Rimini foi campeão do grupo D da Série D e conseguiu retornar ao futebol profissional do país.

O Rimini FC nunca disputou a Série A , mas conta com nove participações na Série B, sendo a última na temporada 2008/09 e 44 edições na Série C.

O presidente do clube Giorgio Grassi declarou que os novos acionistas já trouxeram emoção à cidade "Os novos membros apreciaram a transparência da Rimini FC, a sustentabilidade econômica, sua territorialidade, o compromisso no mundo da solidariedade e também a massa crítica que expressa o nosso mundo com todas as suas empresas afiliadas. Uma operação que entrará na história do futebol, trazendo uma ressonância muito importante para a cidade de Rimini”.

Com a navegação costeira e a pesca como polos econômicos da cidade, Rimini é uma pequena comuna italiana com cerca de 136.000 habitantes. É considerada por alguns a praia mais famosa da Itália.

Leia também: Treinador da Roma quebra mão em comemoração

A apresentação dos novos acionistas ainda será marcada. Esse tipo de pagamento não é novo para os investidores. A Heritage é dona do Gibraltar United, o primeiro clube do mundo a pagar os salários dos jogadores com bitcoin .