undefined
Reprodução/Facebook
Felipão está sem emprego desde quando deixou o Guangzhou Evergrande, no final do ano passado

O Real Madrid segue sem técnico depois que o francês Zinedine Zidane surpreendeu a todos anunciando sua saída do clube na semana passada. A diretoria merengue ainda procura um substituto à altura e um dos nomes especulados nos corredores do Santiago Bernabéu é o do brasileiro Luiz Felipe Scolari, o Felipão.

Leia também: Saída de Cristiano Ronaldo do Real é "irreversível" para imprensa local

De acordo com o jornal espanhol "AS", Felipão é um dos candidatos para o cargo, até porque está desempregado desde quando deixou o Guangzhou Evergrande, da China, no fim de 2017. 

"Dentro do labirinto gigante que tornou-se a procura de um treinador para tomar as rédeas da equipe do Real Madrid, existe um novo candidato concorrendo para sentar-se no banco no Santiago Bernabéu: Luiz Felipe Scolari, que atualmente não tem equipe", disse a publicação.

"Suas credenciais são boas: campeão do mundo com o Brasil em 2002 e já dirigiu tanto Neymar quanto Cristiano Ronaldo", completou a reportagem.

Com Neymar, ele foi técnico no título da Copa das Confederações de 2013 e na Copa de 2014, quando a seleção caiu na semifinal levando de 7 a 1 da Alemanha. Já comandando CR7, Scolari chegou à decisão da Euro 2004 e disputou também a Copa de 2006.

Leia também: Agentes oferecem Mohamed Salah ao Barcelona, diz jornal

O jornal ainda lembrou que Felipão foi sondado para treinar o Real Madrid em 2009 e que também entrou nos planos do Barcelona, em 2003. Na Europa, além da seleção portuguesa, o treinador trabalhou no Chelsea.

undefined
Divulgação
Cristiano Ronaldo com Felipão na seleção de Portugal

Além do brasileiro, outro que aparece na lista de possíveis substitutos de Zidane é Antonio Conte, do Chelsea. Segundo o jornal britânico “Daily Mail”, o italiano virou a opção para o Real Madrid após a recusa de Allegri, comandante Juventus. 

Real ou Sporting?

Além de ter seu nome vinculado ao Real, Scolari também é especulado no Sporting, de Portugal, que perdeu o técnico Jorge Jesus para o Al-Hilal, da Arábia Saudita.

Leia também: Israel revela ameça terrorista a Messi e Argentina se desculpa por cancelar jogo

Segundo o jornal "Record", outros nomes estão na pauta no clube português: Ricardo Sá Pinto, que estava no Standard Liège, Daniel Ramos, do Marítimo, o argentino Matías Almeyda, do Chivas, e Peter Bosz, holandês que deixou o Borussia Dortmund no final de 2017. Mas Felipão é um dos favoritos, de acordo com a reportagem.

    Leia tudo sobre: Futebol

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários