Tamanho do texto

Ex-técnico do Borussia Dortmund, alemão vai substituir Unai Emery e comandar o clube da capital francesa até julho de 2020

Ex-Borussia Dortmund, Thomas Tuchel é o novo treinador do Paris Saint-Germain
Reprodução
Ex-Borussia Dortmund, Thomas Tuchel é o novo treinador do Paris Saint-Germain

Neste último domingo (20), o PSG apresentou o novo treinador da equipe, Thomas Tuchel. Com contrato de duas temporadas, o substituto de Unai Emery se mostrou contente em comandar a equipe da capital francesa e ainda comentou sobre o principal astro do time, Neymar Jr.

Leia também: Neymar comove família ao escrever carta à jovem torcedora assassinada na França

"Gostaria de agradecer ao clube por sua confiança em mim. Desde a primeira reunião, eu estava muito confiante e eu senti como se todos me quisessem aqui, estou muito feliz", afirmou Thomas Tuchel durante a coletiva de imprensa. "Para mim, o sucesso tem vários rostos. Estou convencido que aqui temos os pontos essenciais necessários: estrutura, espírito de equipe, trabalho... Vamos começar a trabalhar desde o começo, dia a dia. Gostaria de começar amanhã, mas terei que esperar até julho", afirmou.

Leia também: Primeira camisa de Neymar no PSG é leiloada por mais de R$ 1 milhão

Questionado sobre o craque da equipe, o novo treinador rasgou elogios ao atacante brasileiro. “Eu o conheci domingo passado. Foi um encontro muito bom. Neymar é um artista, um jogador excepcional, um dos melhores do mundo. Se encontrarmos uma forma de construir uma estrutura que o permita expressar seu talento, teremos uma boa chance de vencer. Eu conheci um jogador muito feliz. Nós conversamos muito sobre táticas e puder ver um sorriso em seu rosto”, disse.

"Se o mercado fechasse hoje, eu ficaria muito feliz. Nossos jogadores são excepcionais e devo primeiro conhecê-los. O meu maior desejo é que os torcedores se apaixonem por esta equipe, que jogará ofensivamente. Mal posso esperar para trabalhar com o Paris Saint-Germain!", completou o novo treinador da equipe.

Leia também: "Se Neymar não sair do PSG, ele nunca vai ganhar nada importante", afirma Rivaldo

Saída de Unai Emery

Unai Emery vai deixar o PSG depois dois anos no comando da equipe
Divulgação
Unai Emery vai deixar o PSG depois dois anos no comando da equipe

Depois de muitos rumores, Unai Emery confirmou sua saída do comando do Paris Saint-Germain . O treinador espanhol fez o anúncio depois do treino da equipe, ao lado do presidente Nasser Al-Khelaifi, e do diretor esportivo do clube, Antero Henrique.

"Eu comuniquei aos jogadores a minha saída. Eu agradeço ao presidente Nasser Al-Khelaïfi, ao diretor esportivo Antero Henrique, aos torcedores e a todos os jogadores por estas duas temporadas", disse Unai Emery. O ex-jogador de futebol ainda aproveitou a coletiva para comentar sobre a permanência do camisa 10 na equipe. "O PSG tem um projeto sólido. O Neymar quer evoluir e crescer com o clube", completou o treinador, que vai ser substituído por  Thomas Tuchel .