Tamanho do texto

Em seu Instagram, o ex-camisa 10 argentino voltou a defender Lula: "Está provado que não fez nada de errado"

O argentino Diego Maradona utilizou seu Instagram, nesta segunda-feira, para falar sobre suas posições políticas. Abertamente de esquerda, o ex-camisa 10 primeiro parabenizou Nicolás Maduro, reeleito presidente na Venezuela , e posteriormente voltou a demonstrar seu apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Leia também: Maradona declara apoio a Lula e critica presidente Michel Temer: "Traidor"

Maradona ao lado do
Reprodução/Instagram
Maradona ao lado do "amigo" Lula

"Também quero enviar meu apoio a Lula da Silva. Enquanto todos nós temos nossas coisas, está provado que Lula não fez nada de errado. E para aqueles que se chamam de democráticos e me criticam por pensar de maneira diferente, digo a eles que, se querem voltar à era dos desaparecidos, como hoje fazem Lula 'desaparecer', estão muito enganados", opinou Maradona .

"Estou aberto ao debate, não à desqualificação. Eu escolho a democracia. Um grande abraço ao meu amigo Lula", acrescentou o argentino, hoje presidente do Dínamo Brest, clube de Belarus, junto a uma foto de Lula nos braços do povo que viralizou no dia em que ele se entregou à Polícia Federal.

Leia também: Maradona muda de patamar na carreira e se torna presidente de clube europeu

Apoio não é de hoje

Esta foi a segunda vez em um intervalo curto de tempo que Maradona fala sobre o ex-presidente Lula. Em abril, logo após o juiz Sérgio Moro mandar prender o petista, o argentino foi contrário e chamou Michel Temer de 'traidor'.

"É uma loucura. O povo brasileiro não pode apoiar que uma pessoa honesta como Lula da Silva seja visto como corrupto número 1, quando acusaram o traidor Michel Temer e afrouxaram sua sentença. É o brinquedinho do Trump. Me parece que por aqui estamos vivendo momentos perigosos. Querem enganar Cuba, Venezuela, a Argentina já foi enganada. Faltava o Brasil", falou Maradona, à época, em entrevista ao jornal Clarín.

Leia também: Conmebol homenageia Pelé e Maradona com estátuas em tamanho real

Antes, em janeiro, Maradona havia publicado uma foto com a camisa da seleção brasileira com o nome "Lula" e o número 18, em referência à campanha que o ex-presidente fazia para disputar a eleição presidencial deste ano. Por conta dos comentários negativos, ele voltou a postar uma foto, desta vez ao lado do petista, dizendo que era "amigo" dele e que não se "importava com os comentários negativos".

    Leia tudo sobre: lula futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.