Tamanho do texto

Goleiro vestiu a camisa da Velha Senhora como jogador pela última vez e levantou a taça na festa do sétimo título italiano consecutivo da equipe

Foram 17 anos, mais de 650 partidas - quase a metade delas sem levar gols - e cerca de 60 mil minutos jogados, mas tudo tem um fim. Gianluigi Buffon, um dos maiores goleiros da história do futebol, encerrou sua trajetória com a camisa da Juventus .

Leia também: Buffon escreve carta de despedida e cita "conclusão de um percurso"

Buffon se despediu da Juventus como um dos maiores goleiros da história
Reprodução
Buffon se despediu da Juventus como um dos maiores goleiros da história

"Gigi", como Buffon é carinhosamente chamado, entrou em campo com a braçadeira de capitão da Velha Senhora pela última vez neste sábado, na partida contra o rebaixado Hellas Verona. Com o hepta da Série A já garantido, a Juve não teve dificuldades para vencer por 2 a 1, gols de Rugani e Pjanic, porém o resultado era o que menos importava.

Buffon mostrou estar emocionado já antes do início do jogo, ao cumprimentar torcedores no Allianz Stadium. Durante a partida, fez uma boa defesa e assistiu a seus companheiros construírem uma vitória tranquila.

Aos 17 minutos do segundo tempo, antes do gol de Cerci, Buffon deixou o campo para dar lugar a Carlo Pinsoglio. No caminho para o banco de reservas, lugar pouco frequentado por ele em sua carreira, o goleiro cumprimentou todos os jogadores da Juve, principalmente o veterano zagueiro Andrea Barzagli, seu companheiro desde 2011.

Confira fotos do último jogo de Buffon na Juventus

Leia também: "Voltarei a torcer pela Juventus agora que ele saiu", diz ex-mulher de Buffon

Ainda com o jogo rolando, Buffon fez uma espécie de volta olímpica para sentir de perto o carinho da torcida bianconera, cujas lágrimas se misturavam à chuva que caía sobre Turim. Em seu último ato na Juventus, o arqueiro levantou mais uma taça da Série A, a sétima consecutiva e a nona em sua passagem pelo clube.

Além da hegemonia na primeira divisão, a Juve de Buffon faturou quatro Copas da Itália e cinco Supercopas Italianas - torneios também conquistados pelo goleiro na época em que ele defendia o Parma, assim como a Copa Uefa (atual Liga Europa).

The #UN1CO @gianluigibuffon exits the Allianz Stadium pitch for the final time. 👏👏👏

Uma publicação compartilhada por Juventus Football Club (@juventus) em

O futuro

Buffon ainda não revelou qual será sua próxima empreitada. A Juve o convidou para virar dirigente, mas o goleiro tem recebido diversas propostas para seguir jogando - uma delas seria do poderoso Paris Saint-Germain, que está à procura de um arqueiro confiável para defender sua meta.

Leia também: PSG faz oferta para dobrar salário de Buffon, afirma jornal

Independentemente do caminho que prosseguir, Buffon certamente já gravou seu nome como um dos maiores goleiros de todos os tempos. Para muitos, o maior. E no bom italiano: "Arrivederci, Buffon".

    Leia tudo sobre: futebol