Tamanho do texto

Segundo Unai Emery, o jovem jogador francês queria atuar no Campeonato Espanhol com a camisa do Real Madrid ou com a do Barcelona

Pelo visto, ir ao Paris Saint-Germain não era a primeira opção de Kylian Mbappé
Reprodução
Pelo visto, ir ao Paris Saint-Germain não era a primeira opção de Kylian Mbappé

Unai Emery vai deixar o cargo de treinador do Paris Saint-Germain já no final desta temporada mas antes disso, falou sobre a chegada de uma das apostas da equipe. O jovem Kylian Mbappé deixou o Monaco para integrar o clube da capital em agosto de 2018. No entanto, segundo o atual técnico, não era este o desejo do jogador.

Leia também: "O líder do Paris Saint-Germain se chama Neymar", afirma treinador Unai Emery

"Historicamente, este é o típico jogador francês de 18 anos que se começa a mostrar e quer deixar o país. Os franceses devem se orgulhar de ter Mbappé no PSG. Quando conheci o pai e ele na sua própria casa, o jogador queria ir para o Real Madrid ou para o Barça . E fui eu quem disse que ele tinha que ficar na França. Os franceses devem estar contentes por ele permanecer no país, porque antes, jogadores como ele, como por exemplo Thierry Henry, iam para Inglaterra ou para Espanha", afirmou Unai Emery ao SFR Sport .

Leia também: PSG cogita trocar Mbappé por Coutinho para satisfazer Neymar, diz jornal

Chegada de Mbappé em Paris e ajudinha de Neymar

Juntos, Mbappé e Neymar somam cerca de R$ 1,5 bilhão ao Paris Saint-Germain
Reprodução
Juntos, Mbappé e Neymar somam cerca de R$ 1,5 bilhão ao Paris Saint-Germain

O jogador, por sua vez, durante uma entrevista à revista  France Football , revelou que teve diversas conversas com Neymar durante a negociação com o PSG. "Nós trocamos muitas mensagens naquele verão. Ele estava à minha espera. Na reta final do mercado de transferências, ele me enviava mensagens e perguntava: ‘Quando vai chegar?’. Eu respondia: ‘Espera que vou’. No entanto, à medida que o tempo ia passando, ele devia pensar que eu estava mentindo”, disse o atacante francês.

Leia também: Uefa aprova contratações de Neymar e Mbappé dentro do fair play financeiro

Já como atleta do time de Paris, o jovem afirmou que o brasileiro continuou o ajudando e contribuiu na adaptação da equipe. "Quando me apresentei, tranquilizou-me e dentro de campo, me procurava e era quem mais tocava a bola para mim. Ajuda muito quando um jogador assim te acolhe desta maneira, facilita muito a integração ao elenco", completou  Mbappé .


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.