Tamanho do texto

Mesmo com um homem a menos desde o início do primeiro tempo, o time comandado por Simeone conseguiu segurar pressão dos Gunners em Londres

No último jogo internacional de Arsene Wenger em Londres, o Arsenal não soube aproveitar as inúmeras chances criadas e empatou com o Atlético de Madri por 1 a 1, pela partida de ida das semifinais da Liga Europa , no Emirates Stadium, e abriu vantagem em busca de uma vaga na decisão. Na outra partida da tarde, o Olympique de Marselha venceu o RB Salzburg por 2 x 0, na França.

Leia também: Após atrito com Arshavin, brasileiro do futebol cazaque quer ir para Copa

O francês Lacazette foi o autor do gol do Arsenal na partida com o Atlético de Madri, pela semifinal da Liga Europa
Reprodução/Twitter/EuropaLeague
O francês Lacazette foi o autor do gol do Arsenal na partida com o Atlético de Madri, pela semifinal da Liga Europa

O gol do Arsenal foi marcado pelo francês Lacazette, no segundo tempo. O atacante, inclusive participou muito do jogo, mas perdeu boas chances, além disso, o goleiro Oblak fez grande partida com defesas muito difíceis. O Atlético de Madri, que jogou com um a menos desde os 10 do primeiro tempo, foi heróico e buscou o empate com gol de Griezmann, na parte final da partida.

O jogo

O confronto começou agitada no Emirates Stadium e logo no primeiro minuto Vrsaljko fez falta forte e levou cartão amarelo. Aos cinco, Lacazette recebeu ótimo passe dentro da área e acertou a trave. Um minuto depois, o mesmo francês cabeceou bem e obrigou Oblak a fazer grande defesa.

Logo aos dez minutos, Vrsaljko cometeu outra falta, desta vez em Lacazette, e recebeu o segundo amarelo e foi expulso, tornando-se o atleta a ser ejetado de forma mais rápida na história da Liga Europa. Logo depois, após reclamar demais, Simeone acabou expulso de campo.

Aos 20, Welbeck tabelou com Wilshere e saiu na cara do gol, mas parou em Oblak. Só aos 33, Griezmann pegou rebote de fora da área e obrigou Ospina a trabalhar em bom chute. Quatro minutos depois, Thomas fez grande jogada driblando cinco jogadores do Arsenal e tocou para Griezmann. O francês soltou uma bomba e Ospina operou um milagre.

Apesar das duas chegadas no fim, o primeiro tempo foi dominado pelo Arsenal, que terminou com mais de 60% de posse de bola e mais de dez finalizações.

Leia também: Jogadores do Barcelona fazem campanha para trazer Griezmann ao clube

A etapa complementar começou com o Arsenal pressionando muito, porém sem criar chances de gol. Até que aos 15 minutos Wilshere cruzou da esquerda e Lacazette subiu mais do que Godín para cabecear firme e abrir o placar no Emirates para festa dos milhares de Gunners.

Griezmann estragou a festa em Londres e empatou o jogo para o Atlético de Madri
Reprodução/Twitter/EuropaLeague
Griezmann estragou a festa em Londres e empatou o jogo para o Atlético de Madri

Depois do gol que inaugurou o placar em Emirates, o Arsenal seguiu com a bola no pé e pressionando muito. O Atlético pouco conseguiu fazer. Mas aos 36 minutos, Griezmann recebeu ótimo lançamento e conseguiu ganhar de Koscielny e ficar sozinho com Ospina. Na primeira, o goleiro defendeu, mas na segunda ele colocou no fundo do gol para empatar o duelo.

Aos 42, o Arsenal teve nova chance para fazer o segundo em cabeçada de Ramsay após cruzamento de Lacazette, mas Oblak se esticou para salvar e fazer uma linda defesa. A partida foi até os 48 minutos, mas o time da casa não conseguiu pressionar como antes e tudo terminou igual.

Leia também: "Se Iniesta se chamasse Andresinho, teria duas Bolas de Ouro", diz Sergio Ramos

Outra semifinal

Jogadores do Olympique comemoram vitória sobre o RB Salzburg
Reprodução/Twitter/EuropaLeague
Jogadores do Olympique comemoram vitória sobre o RB Salzburg

Na França, com linda festa da torcida local, o Olympique de Marselha saiu na frente do RB Salzburg e venceu por 2 x 0. Os gols foram marcados por Thauvin e N'Jie. O duelo de volta será na próxima quinta-feira, dia 3 de  maio, na Áustria. Já o Atlético de Madri recebe o Arsenal no mesmo dia, mas na Espanha, podendo empatar sem gols para se classificar.

    Leia tudo sobre: futebol