Tamanho do texto

Egípcio terminou o duelo de ida das semis da Liga dos Campeões com dois gols e duas assistências; camisa 11 está na briga para ser melhor do mundo

O show do egípcio Mohamed Salah, do Liverpool , foi o grande destaque na imprensa britânica e italiana nesta quarta-feira, após a vitória do clube inglês por 5 a 2 sobre a Roma , pelo jogo de ida das semifinais da Liga dos Campeões . Assista aos principais lances do camisa 11 logo abaixo.

Leia também: Briga entre torcedores de Roma e Liverpool deixa homem em estado grave

Mohamed Salah sai de campo muito aplaudido após atuação monstruosa pelo Liverpool diante da Roma
Reprodução/Twitter/ChampionsLeague
Mohamed Salah sai de campo muito aplaudido após atuação monstruosa pelo Liverpool diante da Roma

O jornal britânico Daily Mail comentou positivamente sobre a atuação do atleta de 25 anos, que anotou dois gols e deu duas assistências. A publicação ainda comparou Salah com o craque argentino Lionel Messi.

A Sky Sports e o Daily Mirror também se renderam a atuação do egípcio, além de darem destaque para a vitória do Liverpool. No entanto, os dois veículos alertaram sobre uma possível reação da Roma no segundo e decisivo jogo.

Os destaques da BBC foram quase os mesmos do restante da imprensa britânica, mas o comentarista Robie Savage disse que "é preciso dar a Bola de Ouro" para Salah. Por falar nisso, está mais do que claro que o egípcio está na briga pelo posto de melhor do mundo, principalmente com o português Cristiano Ronaldo e pode ser aquele que irá destronar CR7 e Messi, que levam o troféu desde 2008.

Leia também: Jogador brasileiro que atua no futebol italiano pode pegar 4 anos de suspensão

Se na imprensa britânica foi festa, a derrota da Roma aos olhos da mídia italiana foi regada de esperanças. A maioria dos jornais da península não descartou uma possível reação do clube da capital.

O Gazzetta dello Sport e o La Reppublica lamentaram o resultado adverso e deram destaque para a grande atuação de Salah, porém, ambas as publicações alertaram sobre as possibilidades de mais um "milagre" da Roma, que já eliminou o Barcelona nas quartas após perder o primeiro jogo por 4 x 1 e vencer por 3 x 0 na volta.

O Corriere della Sera não descartou uma outra reviravolta dos "Giallorossi" no segundo jogo. Além disso, o jornal alfinetou o esquema tático do técnico da Roma, Eusebio Di Francesco. Já o Corriere dello Sport afirmou que a derrota por 5 a 2 foi "humilhante", mas ela não decreta um ponto final na trajetória da Roma na Liga dos Campeões.

Volta

A partida de volta entre Roma e Liverpool está marcada para acontecer na próxima quarta-feira, dia 2 de maio, no Estádio Olímpico da capital italiana. Salah e companhia tentam levar o time inglês à final da Champions após 13 anos. Já o clube Giallorosso não disputa a decisão da competição desde 1984 - quando ainda era Copa dos Campeões.

    Leia tudo sobre: futebol