Tamanho do texto

Treinador francês vai deixar o clube londrino após 22 anos e brincou com a situação em entrevista coletiva

Arsene Wenger deixará o Arsenal ao final da temporada
Divulgação
Arsene Wenger deixará o Arsenal ao final da temporada

O Arsenal confirmou na semana passada que o técnico Arsene Wenger vai deixar o clube após 22 anos no comando. E logo após a vitória diante do West Ham, no final de semana, o francês falou sobre sua despedida dos Gunners.

Leia também: Torcedores do Arsenal querem renomear estádio em homenagem a Wenger

"É uma mistura de sentimentos. Me Sinto tocado por tudo o que recebi do futebol inglês e grato por ter tido esta experiência neste país. Isso é muito especial para mim. O futebol é especial, é paixão, e não se encontra em mais lado nenhum. Sei que não vou ter isso em mais lado nenhum na minha vida", disse Arsene Wenger .

"Me senti como se estivesse no meu funeral porque as pessoas falavam de mim, e eu estava aqui. Já vi como é o meu funeral, não preciso mais morrer. Brincadeiras à parte, quero agradecer a todos os que foram bons para mim. Certamente recebi mais elogios do que mereço e, às vezes, mais críticas do que mereço. Foi difícil, mas também fantástico", avaliou.

Questionado sobre se este é o momento certo para sair, Wenger não quis responder. "Quero manter o foco, manter as prioridades até ao final da temporada. Falarei sobre isso um pouco mais para frente". avisou.

Leia também: Ídolo do Arsenal pode ser o treinador do clube após era Wenger

"Não estava cansado, mas pessoalmente penso que este clube é mais respeitado lá fora do que em Inglaterra. Os nossos torcedores não projetaram aquela imagem de união que quero que exista no clube. Isso me magoou", disse o comandante.

Wenger falou ainda sobre o treinador que assumirá o seu lugar. "Acredito que deixo um clube muito forte. Era esse o meu objetivo e dou oportunidade a quem vier depois de mim para fazer ainda melhor nos próximos 20 anos. Terá que ser alguém muito mais forte em todos os aspectos", avisou.

Onde Wenger vai trabalhar?

Arsene Wenge jogando futevôlei no Brasil
Reprodução
Arsene Wenge jogando futevôlei no Brasil

O treinador ainda não sabe o que fará ao término da temporada, quando deixa o Arsenal, mas disse que provavelmente não vai continuar trabalhando no futebol inglês

"Seria emocionalmente difícil para mim. É difícil dizer nunca, mas, neste momento estou muito ligado ao Arsenal para dizer que vou para outro lado. É muito difícil para mim. Nunca deixarei completamente este clube. Estarei sempre ligado ao Arsenal. Não se dá 22 anos da vida assim", comentou.  

Leia também: Ibrahimovic não vai ser convocado para a Copa, afirma técnico da Suécia

"Não quero falar muitas coisas agora e depois, daqui a seis meses, dizerem que eu estava mentindo. Neste momento não sei o que vou fazer", finalizou Arsene Wenger

Clique e baixe o 365Scores para ter resultados, dados, notícias, tempo real, vídeos e muito mais


    Leia tudo sobre: Futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.