Tamanho do texto

Buffon não poupou criticas ao juiz que marcou pênalti polêmico que desclassificou os italianos aos 48 minutos da segunda etapa

Expulso por reclamar do pênalti no último minuto que enterrou o "milagre" da Juventus no Santiago Bernabéu, o goleiro Gianluigi Buffon afirmou que o juiz inglês Michael Oliver tem uma "lata de lixo no lugar do coração".

Leia também: Real Madrid sofre com Juve, mas avança com pênalti aos 48; Bayern vai à semi

Buffon Real Madrid x Juventus
Reprodução/Twitter/ChampionsLeague
Buffon Real Madrid x Juventus

De cabeça mais fria, Buffon reconheceu que o Real Madrid "merecia" a classificação, mas não poupou críticas ao árbitro da partida.

"O juiz teve o cinismo de quebrar o sonho de uma equipe. Não sei se o fez por hábito ou por falta de personalidade, mas um ser humano não pode decretar a desclassificação de um time. Uma pessoa assim tem uma lata de lixo no lugar do coração", atacou.

O pênalti em questão foi marcado aos 47 minutos do segundo tempo, quando a Juve derrotava o Real Madrid por 3 a 0 e levava o duelo para a prorrogação. "O árbitro devia ter tido a sensibilidade para entender o desastre que estava fazendo", acrescentou.

Leia também: Veja dez curiosidades de Manolas, autor do gol da Roma que eliminou o Barcelona

Já o presidente bianconero, Andrea Agnelli, cobrou a implantação do árbitro de vídeo - já utilizado na Série A - em competições europeias. "O processo de implantação do VAR [sigla em inglês para árbitro de vídeo] nas copas deve ser acelerado. Aqui se trata de seguir adiante após ter amplamente merecido, não de vencer ou perder", declarou o cartola.

Agnelli também criticou o ex-juiz italiano Pierluigi Collina, responsável pela arbitragem da Uefa. "Precisamos fazer uma reflexão sobre o designador de juízes [Collina] e sobre sua evidente vaidade", disse o presidente da Juve, acusando Collina de prejudicar equipes italianas a troco de mostrar "imparcialidade". 

O lance

cristiano ronaldo sem camisa real madrid x juventus
Reprodução
cristiano ronaldo sem camisa real madrid x juventus

A classificação do Real Madrid veio aos 48 minutos. Lucas Vázquez dominou a bola no peito, quase na pequena área, e Benatia chegou por trás cometendo pênalti. Todos os jogadores do time italiano foram para cima do juiz reclamando da marcação. O mais revoltado era o goleiro Buffon, que estava do lado do lance. Por reclamação, o árbitro decidiu expulsar o goleiro com um cartão vermelho direto.

Leia também: Balbuena ironiza Palmeiras após pedido para anular final: "Não era Paulistinha?"

Para defender o pênalti, a Juve tirou Higuaín e colocou o polonês Szczesny. No entanto, o goleiro não conseguiu parar a bela cobrança de Cristiano Ronaldo, que deu a classificação ao Real Madrid. Foi a décima primeira partida seguida do clube na Liga dos Campeões com um gol do portugês. Buffon fez falta embaixo das traves.

    Leia tudo sobre: Futebol