Tamanho do texto

Meia guineense do Leipzig apresentou na Alemanha em duas ocasiões, carteira de motorista falsa do seu país de origem

Aos 23 anos de idade, Naby Keita, jogador do RB Leipzig deve pagar multa de mais de R$ 1 milhão à Justiça alemã
Reprodução
Aos 23 anos de idade, Naby Keita, jogador do RB Leipzig deve pagar multa de mais de R$ 1 milhão à Justiça alemã

A Justiça da Alemanha condenou nesta última sexta-feira (24), o meia Naby Keita a pagar multa de 250 mil euros, o equivalente a mais de R$ 1 milhão. Segundo informações da agência de notícias DPA, o jogador do Leipzig apresentou documentos falsificados em duas ocasiões. Tratava-se de carteira de motorista falsa do seu país de origem, Guiné.

Leia também: "Palmeiras não tem Mundial por culpa minha", diz Marcos em entrevista polêmica

A multa inicial era de 400 euros, mas após entrada de recurso do advogado do jogador, ela foi reduzida para os 250 mil euros. As apresentações dos documentos falsos aconteceram em dezembro de 2016 e depois, em fevereiro de 2017.

O alemão Marco Reus, do Borussia Dortmund, passou por uma situação muito parecida em 2014. Na ocasião, o atleta foi multado em 540 mil euros, mais de R$ 2 milhões, por ter dirigido mais de uma vez sem habilitação. 

Leia também: Dupla de Manchester aparece como novo possível destino de Neymar

Rumo à Inglaterra

Enquanto passa por problemas na Justiça alemã, o atleta guineense tem um bom futuro a sua espera. Em agosto de 2017, ele foi comprado pelo Liverpool por um acordo de 51 milhões de libras, mas sua chegada só vai acontecer em julho de 2018. Vale lembrar que em 2017, ele foi ainda indicado ao prêmio Bola de Ouro.

Leia também: Jogador comete falta criminosa no técnico rival e é expulso. Sim, no técnico

Com a venda para o Liverpool, Keita tornou-se o terceiro jogador africano mais caro da história, atrás de Sadio Mané (€ 41 milhões) e Mohamed Salah (€ 42 milhões). "Estou muito satisfeito por ter conseguido chegar a um acordo para me juntar ao Liverpool no próximo verão. É emocionante fazer parte desse projeto", chegou a afirmar após a transação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.