Tamanho do texto

Mandatário do Rubio Ñu assumiu relacionamento homossexual com jogador do time e agora é acusado de aliciar menores de idade

Escândalo só aumenta! Presidente do Rubio Ñu agora é acusado de orgia com menores
Reprodução
Escândalo só aumenta! Presidente do Rubio Ñu agora é acusado de orgia com menores

O escândalo sexual que ganhou as páginas do noticiário esportivo no Paraguai teve desdobramentos muito mais graves nesta semana com a acusação de que o presidente do Rubio Ñu de Luque , Antonio González, também fazia orgia com menores de idade.

Leia também: Patinadora canadense recebe ameaças de morte em Pyeongchang

Fermín Morinigo, que era jogador do clube da quarta divisão paraguaia, aumentou o escândalo em declarações dadas à "Radio Urbana 1069" dizendo que o mandatário, além de chantagear e extorquir o atleta Bernardo Gabriel Caballero, com quem teve um caso homossexual, também fazia orgia com menores de idade.

Leia também: Filha de ex-Palmeiras estava no massacre em escola na Flórida que matou 17

Na entrevista, Morinigo disse também que González exigiu que eles tivessem relações sexuais, mas que isso nunca chegou a acontecer. "Ele tentou, mas não gosto disso. Chegou a me chantagear, dizendo que sou empregado dele no clube e que deveria fazer sexo com ele para ter mais oportunidades na carreira", completou o jogador.

Teresa Martínez, promotora de Justiça que está tratando o caso no Paraguai, revelou que pretende ouvir muitas testemunhas ligadas ao clube para tentar confirmar as acusações contra Antonio González, que corre o risco de ser destituído do cargo de presidente do Rubio Ñu depois de toda essa polêmica.

Leia também: Ex-jogador da MLB é preso por porte de 20 kg de drogas nos Estados Unidos

Ela chegou a considerar a prisão imediata de González por exploração sexual e trabalhista, mas ainda não reuniu as provas necessárias. "Neste momento, se ele não se comprometer a ajudar a Justiça será declarado fugitivo", disse Teresa à "Rádio 680 Caritas".

Polícia em ação

Na última terça-feira, a polícia paraguaia visitou a sede do Rubio Ñu e encontrou vídeos pornográficos em materiais encontrados em computadores do local. A informação foi confirmada pelo presidente da federação dos futebolistas do Paraguai.

Imagens vazadas

Todo escândalo começou quando fotos íntimas do presidente com o jogador Bernardo Gabriel Caballero vazaram na internet. Depois da divulgação das imagens, o mandatário Antonio González chegou a admitir publicamente o seu envolvimento amoroso com o atleta, dizendo que as imagens foram usadas para fazer chantagem e deixá-lo sair do clube.

    Leia tudo sobre: Futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.